Violência Simbólica

Resumo: Através de uma pesquisa que discute questões como gênero e identidade, o projeto visa construir uma nova sintaxe para a imagem, por meio de fotografias, colagens e intervenções urbanas. Utiliza como espaço de investigação a cidade de Icó, na Região Centro-Sul do Ceará, e o embate que essa produção contemporânea provoca com o lugar de tradição marcadamente religiosa.

Pablo Lafuente - Retratos da equipe de curadores da 31a Bienal de São Paulo; Charles Esche, Pablo Lafuente, Galit Eilat e Nuria Enguita Mayo - 02/12/2013 - São Paulo - © Sofia Colucci / Fundação Bienal

Tutor: Pablo Lafuente

É um curador, escritor e professor que mora em São Paulo e Porto Seguro, onde é professor visitante na UFSB. Foi co-curador da 31a Bienal de São Paulo (2014) e curador de ‘A Singular Form’ (Secession, Viena, 2014). Foi co-autor, com Ines Doujak e Alessandro Marques, da exposição ‘Sans peau/No Skin’, apresentada na SBC Galerie em Montreal em 2016. Até 2013 trabalhou como editor de Afterall, professor em Central Saint Martins, Londres, e curador na Office for Contemporary Art Norway, Oslo. Organizou, entre outros, os livros Whatever Happened to Sex in Scandinavia? (2012, com Marta Kuzma) e Cultural Anthropophagy: 24th Bienal de São Paulo 1998 (2016, com Lisette Lagnado).

Artistas pesquisadores: Rafael Vilarouca e Paulo Victor.