Um sonho por trás das telas do cinema. Conheça a história da jovem cineasta Kamilla Medeiros

Foto: Alan Sousa

 

A mulher com rosto de menina que concretizou no Porto Iracema das Artes a paixão de infância pelo universo cinematográfico

 

A primeira experiência formativa no universo cinematográfico iniciou em março de 2017 e seguiu até junho do mesmo ano. Foram quatro meses intensos, como Kamilla descreve. Com os ânimos aflorados e a criatividade pulsante, porém, ela queria mais. E do desejo de continuar a caminhada pelo audiovisual, nasceu a ideia do Cineclube Âncora, um projeto desenvolvido por ela em parceria com Arthur Gadelha, além de outros estudantes da escola, que explorou a troca de experiências entre alunos e público por meio de exibições gratuitas de longas-metragens e debates no auditório do Porto.

Com o final da formação no Curso Básico de Audiovisual do Porto, Kamilla aproveitou as férias de julho para participar da oficina de roteiro também promovida pela escola, com o professor e cineasta Marcelo Müller, sobre a poética da obra do cantor e compositor cearense Belchior. Ao lado do amigo Arthur, ela deu novos passos na sétima arte e produziu o roteiro de ‘Capitais’, um dos curtas-metragens que seria escolhido no PREAMAR de Audiovisual 2017.

Um sonho na prática

Primeira vez no set de gravação. Literalmente, primeira atuação no cinema. Kamilla foi diretora, produtora e atriz de seu primeiro filme. Tantas estreias ao mesmo tempo a assustaram no início, mas o medo deu lugar ao orgulho pela realização de um sonho. “Foi uma experiência incrível. Me desafiei em vários sentidos. Eu tinha medo por nunca ter feito tudo aquilo na prática, mas depois senti que não foi tão complicado quanto imaginei. A escola nos deu muita força e ofereceu estrutura para a realização desse trabalho”, conta.

O fascínio pelo cinema é tão nítido que, mesmo quando questionada sobre o que teria lhe conquistado mais após sua participação em cada processo do filme, a resposta enfática vem junto com um sorriso. “Gostei de tudo que fiz no filme. Não saberia dizer um só. Pretendo aprimorar e continuar fazendo de tudo um pouco”, revela Kamilla.

“Eu quero cinema. É minha meta de vida”, afirma a jovem cineasta paraibana que adotou o Ceará com o coração e que enxerga esperança no futuro com a carreira que escolheu para a vida.

 

SOBRE A ESCOLA

O Porto Iracema das Artes é uma escola de criação e formação em artes do Governo do Estado do Ceará/ Secretaria da Cultura, sob a gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de cursos básicos e técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

 

Conheça um pouco mais da trajetória de Kamilla no Porto Iracema:

 

 

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Manuela Sales

(Publicado em 12/03/2018)