Um lugar para explodir

Um lugar para explodir: uma composição de gestos e ações de um corpo em estado de dinamite

Resumo:

10 de dezembro de 2015. Quinta feira, 178° dia.

23° dia: correr na rua – 2° dia: “é preciso pecar em dobro para o planeta não virar de pernas pro ar” – 1° dia: o corpo, o lugar, os estados disparados pelas relações. Conter ou liberar? – 44° dia: investigação de gestos e ações de corpos em tensão – 10° dia: corpos em tensão – 100° dia: as putas do cabaré do aranha ainda estão com fome – 173° dia: eu não quero virar do avesso – 178° dia: disparar.

LABDAN - THEMBI ROSATutor:

Thembi Rosa é Mestre em Dança pelo Programa de Pós-Graduação em Dança da Universidade Federal da Bahia (2010) e graduada em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais (2002), foi pesquisadora do Programa Rumos Dança Itaú Cultural com artigos publicados sobre dança contemporânea em Minas Gerais e Espírito Santo nas três publicações do programa. Desde 2000, desenvolve projetos solos de dança em parceria com o duo musical “O Grivo” e com coreógrafos e criadores convidados. Verdades Inventadas (instalação coreográfica sobre o alarm floor de Rivane Neuenschwander); Confluir (coreografia: Alejandro Ahmed e Rodrigo Pederneiras), Regra de dois (com Renata Ferreira), Ajuntamento (coreografia: Luciana Gontijo, Adriana Banana, Rodrigo Pederneiras, Dudude Herrmann) e Propriocepção são trabalhos resultantes dessas parcerias. Integra o Dança Multiplex com Margô Assis e Renata Ferreira e participa do Interferências, comunidade nômade formada por mais de 20 artistas internacionais. A partir de 2011, iniciou a pesquisa Parâmetros em Movimento dedicando-se, juntamente com outros artistas, à criação de interfaces digitais para a interação entre dança, software, sons e imagens.

Artistas Pesquisadores: Maria Isabel, Victor Hugo e David Leão