Teatro Dragão do Mar recebe “Derivações do PIOR – Explosão/expansão do PRA FRENTE O PIOR” às terças e quintas de abril

 

Pesquisa da Inquieta Cia. iniciou na terceira edição do Laboratório de Teatro do Porto Iracema das Artes

Dois anos após a estreia de “Pra frente o pior”, obra cênica cuja pesquisa foi desenvolvida no Laboratório de Teatro do Porto Iracema das Artes, em 2015, a Inquieta Cia. retorna aos palcos de Fortaleza com novas reflexões a partir do contexto político atual. Desta vez, os artistas trazem “Derivações do PIOR – Explosão/expansão do PRA FRENTE O PIOR” em temporada no Teatro Dragão do Mar, sempre às terças e quintas-feiras das três primeiras semanas de abril. As próximas apresentações serão nos dias 17 e 19. A entrada é gratuita e a contribuição é voluntária.

Sinopse de DERIVAÇÕES DO PIOR:
O que você vai ler agora é o que você vai ler agora. Nós seguimos aniquilados e degradantes. Talvez estejamos cansados de lutar pela utopia da transformação. Fizemos pairar no ambiente uma força melancólica e latente que está nos destruindo. A dinâmica do poder está tirando a nossa rigorosa capacidade de pensar. Estamos em crise, afogando-nos em soluções que afundam a nós mesmos. E queremos abrir diálogos sobre o fim do mundo, quem sabe, cavando nosso próprio fim para nossa insurreição. Por isso, nós, da Inquieta Cia., vamos realizar as ações Derivações do PIOR.

Derivações do PIOR é uma série de ações que expandem o espaço sensível da nossa obra cênica PRA FRENTE O PIOR, estreada em abril de 2016. Estamos contaminados por diferentes linguagens artísticas e trazemos proposições em performances que tratam dos discursos atuais sobre o fim do mundo, sobre o declínio do corpo e dos modos de existir.

Sinopse do PRA FRENTE O PIOR:
Pessoas cavando seu próprio fim serão como pessoas cavando o fim.
Passo a passo, um coletivo arranha um percurso adiante. Sempre adiante, desorientam pactos de convivência e, ainda assim, permanecem como grupo, comunidade, tribo, sociedade… Criar, lutar, adiante, sem esperança. Adiante sem acreditar. Adiante como imperativo ético. Um corpo que já não aguenta mais e se mantém, enfim. Adiante. Em fim

Inquieta Cia.

A Inquieta Cia. atua com o objetivo de estilhaçar funções e referências em suas pesquisas e atividades artísticas, interessando-se por criações colaborativas e por circunstâncias que incomodem e mobilizem tanto a arte como o contexto sociocultural em que essa se encontra inserida. Seu repertório é formado pelos espetáculos “Metrópole“; (2012), “Esconderijo dos Gigantes”(2015) e “PRA FRENTE O PIOR” (2016).

Inquieta realiza diversas ações formativas. É propositora do núcleo de formação e criação, “Habitat de Atores – Núcleo para a tua ação”; da primeira edição dessa residência, em 2014, surgiram as montagens “8 Milhões de Habitantes“, “Entre” e “Prometeu“. Em 2016 realizou o projeto “Dramaturgir – Ação de estudos e práticas em dramaturgia“, somando 3 oficinas, 4 leituras dramáticas e 1 conversação sobre dramaturgia contemporânea.

Serviço:
O quê: Teatro Dragão do Mar recebe “Derivações do PIOR – Explosão/expansão do PRA FRENTE O PIOR” às terças e quintas de abril
Quando: próximas apresentações em 17 e 19 de abril, terça e quinta-feira, 20h
Onde: Teatro Dragão do Mar (Rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema)
Entrada: Gratuita, contribuição voluntária
Classificação indicativa: 16 anos