Selecionados para a terceira etapa dos Laboratórios

PORTO IRACEMA DIVULGA LISTA DOS PROJETOS SELECIONADOS PARA A TERCEIRA ETAPA DOS LABORATÓRIOS DE CRIAÇÃO 2017

Entre 15 e 18 de maio acontecerá a avaliação presencial dos projetos

O Porto Iracema das Artes divulga os projetos selecionados para a terceira etapa do processo seletivo dos Laboratórios de Criação edição 2017.
Todos os proponentes serão avisados para agendar a avaliação presencial,  que será realizada por meio de entrevistas entre os dias 15 e 18 de maio.

Para o Laboratório de Música serão agendados shows nos dias 17 e 18 de maio, no anfiteatro do Centro Dragão do Mar, abertos ao público, com entrada gratuita.

Os Laboratórios ficam à disposição para orientar quanto à qualquer dúvida e prestar todas as informações necessárias para a próxima etapa.

 

Boa sorte a todos!
Listas em ordem alfabética pelo proponente e projeto.

 

LABORATÓRIO DE ARTES VISUAIS

Adriana Barroso Botelho – Telma e eu (optou pelo laboratório de Audiovisual)

Ana Cecília Araújo Soares de Souza – Sonho causado pelo voo de uma abelha ao redor de uma romã, um segundo antes de acordar.

Anderson de Sousa Silva – O Salão Nacional de Artes Plásticas do Ceará e a emergência de uma nova geração no campo da arte cearense (1967-1984)

Artur Dória Mota – Fortaleza Impossível

Bianca Ziegler – Projeto Corpo InfrExtraOrdinário

Célio Celestino Almeida Cavalcante – Novas abordagens perspectivas do real

David da Paz (poética)  – Instalações Jogáveis

Eric dos Santos Barbosa – Cidade, memória e ruína (optou pelo Laboratório de Música)

Felipe Camilo Mesquita Kardoso – Perecível

Filipe Acácio Normando – Desfazeres da água

Marcos Paulo Martins de Freitas – Envoltórios

Nivardo Vitoriano Conrado Junior – TRÂNSITOS: Cruzamentos e Contaminações

Paulo César Rodrigues Amoreira – MARLINDO

Rafael Escócio de Souza – Como se faz um ARTISTA? Trajetórias de artistas contemporâneos a partir do Ceará

Rubens Venâncio – Iminências

Samuel Tomé – 051/Grande Circular I

Virgínia Pinho Freitas – Isolamento Compulsório

 

 

​​LABORATÓRIO DE AUDIOVISUAL – CEARÁ

Adriana Barroso Botelho – Telma

Allan Deberton Nogueira Linhares – Pacarrete

Aziz Ary Neto – Vestido perfeito

Camilo Custódio Vidal Cavalcante – A invenção da velhice

Daniel Almeida Martins – Deixar ou não viver

Desirée Langel Therrien Rondón – O percurso de mil pés

Edílson da Silva Pereira – Estrangeiros

Felipe Anderson Ibiapina Gurgel – Tanto

Fernanda Brasileiro Costa – Ocre

Francimário Magalhães Costa – Quebra-pedra

George Henrique Almeida – Entre Cidades

Jardel Gonçalves de Sousa – Demônios em você

Kamille Costa e Silva – Bonito que só dia de Icó

Katiana Monteiro de Lima – Princesinha do mar

Lílian Valéria Cunha do Rosário – Irmãs

Marcio Silva Peixoto – Salto agulha

Maria Vitória Alves de Freitas – Maria, Maria

Mateus Bandeira Batista Lima – Verão Cruel

Natanael Portela de Souza – Fabíola

Pedro Henrique Cândido da Silva – Estrada aberta

Pedro Rocha de Oliveira – Tempo de matar cachorro

Vanessa Cavalcante Feitosa – Aurora

Ythallo Demys Bezerra Rodrigues – Alucinação

Yuri Peixoto Terto Viana – Passando pela vida feito brisa

 

 

​​LABORATÓRIO DE AUDIOVISUAL – NORDESTE

Cecilia Amado Costa – 30 carnavais

Daniel Campanha Lisboa – Bagaço

Daniel Orlandi Mattos Edmundson – Perdido

Haroldo de Carvalho Abreu Borges – Memento Mori –

Henrique Carlos do Espírito Santo Oliveira Filho – Família Santos

João Marques Guerra – Matupá

João Rodrigo Mattos e Silva – A irretocável odisséia do Dr. Le Roy

Leandro Tabosa do Nascimento – Gravidade

Marcos Barbosa de Albuquerque – América

Maria Carolina Gonçalves da Silva – Ocupe o som

Nelson de Oliveira Neto – Aurora

Paulo Roberto – Facção

Rafael de Amorim Albuquerque – 7 Caixas

 

 

LABORATÓRIO DE DANÇA

Andréia Moreira Pires – Constituição Coreográfica Criminosa

Ariel Ferreira do Nascimento – Interseções entre edição e coreografia – fragmentos de memórias e infâncias

Carlos Antônio dos Santos – Danço, logo existo?

Carlos Felipe Ciryaco Loyola dos Santos – FESTA-ESPETÁCULO: A CRIAÇÃO DE HIPER-REALIDADES NA CENA A PARTIR DA CULTURA POP

Circe Macena de Souza – Corpos Embarcados
​​
Dyego Stefann Freire de Castro – Um corpo que dança: Uma sensação entre o peito e o abdômen

Euclícia Queiroz de Holanda – Carruagem

João Paulo Rodrigues Barros – Ludicidança: Uma Dança para a Primeira Infância

Jonathan Pessoa Pereira Lima – Está a um tiro de distância | Black-Explosão

Jorge Luiz Alves de Lima – Outras Dramaturgias para as Danças Urbanas

Márcio Medeiros da Costa – Inventiveiro

Paulo Roberto Lima de Souza – O que o amanhã nos espera?

Valéria Maria Silton Pinheiro – 233 A, 720 Khalos

Wellington Gadelha Farias Júnior – Afrontamento

Wládia Oliveira Torres – 4 ¢®1$€ d0 ∆©u|mu£@®-5e

 

LABORATÓRIO DE MÚSICA

Alvaro Nonato Ximenes Soares – Sila-Crvs A.O.A.

Daniel Peixoto Cordeiro de Farias – Iracema Som Sistema

Eric dos Santos Barbosa – Ode ao mar atlântico

Francisco Velto Barbosa Lima – Na Raça

Giltácio Sousa dos Santos – Orquestra Popular do Nordeste

Gustavo Costa Portela – Banzo, A Canção da Saudade

Ilya Borges dos Reis e Cavalcante – Ilya – Doce Náufrago

José Carlos Carneiro Cavalcante Filho – Procurando Kalu – PsicoTropical

Leandro Oliveira Barreto Cavalcante – Jogos Musicais – Práticas de Circlesongs, Criação e Improvisação Vocal

Rafael Vieira Barros – Costura Fina – Makito Vieira

Rodrigo Cavalcanti Colares – Miss Jane – Traficada e Foragida

Thiago Almeida Sousa – Brasis

 

LABORATÓRIO DE TEATRO​
​​
Diego Landin Borges – Habitat

Dyego Stefann Freire de Castro – Interfaces entre o aqui e o lá…

Edna Maria Freire de Sousa – DESPEJADAS – Entre o teatro e a cidade, a questão do gênero
​ ​
Francimara Nogueira Teixeira (Fran Teixeira) – NOSSOS MORTOS: Pesquisa e criação para o novo espetáculo do Teatro Máquina, a partir da Antígona de Sófocles

​Maria Joaquina Carlos – Caldeirão de água no deserto – realidades e utopias?

Maria Tatiane de Sousa Freitas – CHICO DA SILVA – O Retorno a Juberlano: Investigação Sobre o Teatro de Objetos

Mauro Cesar Alves – Corpos constrangidos em potência de sentidos

Nelson Rubens Albuquerque de Araújo – Interseções Geográficas: Teatro-Dança-Corpo-Movimento

Robson Levy Araújo Prado – Corpo-Migrante na Seca de 1932 e os Campos de Concentração no Ceará

Sâmia Regina de Albuquerque Bittencourt – Por uma poética do sensível: A palhaçaria feminina como dispositivo para a criação cênica

Vanéssia Gomes dos Santos – Tá Bonito Pra Chover​​

 

 

SEGUE ABAIXO CRONOGRAMA COMPLETO DA SELEÇÃO DOS LABORATÓRIOS DE CRIAÇÃO 2017

CRONOGRAMA2017

CONHEÇA AS COMISSÕES DE SELEÇÃO DE TODOS OS LABORATÓRIOS

ComissãoARTES_VISUAIS

ComissãoDANÇA

ComissãoMÚSICA

ComissãoTEATRO

Comissão.AUDIOVISUALpdf

OBSERVAÇÃO: O Porto Iracema das Artes solicita aos proponentes que tiveram mais de um projeto selecionado para a Etapa 3 (Avaliação Presencial) em diferentes linguagens dos Laboratórios de Criação 2017 a comparecer à escola para fazer a opção do projeto com o qual desejam prosseguir na seleção. Considerando o regulamento, conforme enunciado no item 5, referente a Inscrições:

5.5.Os artistas proponentes poderão apresentar até 02 (dois) projetos, no caso de serem destinados a linguagens/laboratórios diferentes. Entretanto será selecionado para a etapa final do processo seletivo (Avaliação Presencial) apenas 01 (um) projeto de cada proponente.