Projetos desenvolvidos no Lab Artes Visuais descobrem novas formas de apresentar a realidade

“Sombra do tempo”, projeto desenvolvido no Lab, apresenta um diálogo entre a tradição dos jangadeiros e os novos tempos. Desdobramento da pesquisa foi selecionado para festival na França

Dizem que uma imagem fala mais que mil palavras. A expressão é clichê, mas faz referência não só ao poder da comunicação imagética, como também à possibilidade de contar histórias, levantar discussões e trazer novas perspectivas através das artes visuais. Pensando nisso, o Laboratório de Artes Visuais do Porto Iracema trabalha com os artistas na descoberta de outras formas de enxergar a realidade através das diversas possibilidades da linguagem.

São sete edições de projetos que contemplaram fotografia, ilustração, pintura,colagem, performance, arte sonora, intervenção urbana e até desdobramentos em audiovisual, como é o caso do projeto “Sombra do Tempo”, que integrou a 4ª edição do Laboratório, realizada em 2016. Confere um pouco do percurso do trabalho a seguir.

Caminhos abertos para a arte

Desenvolvido pelas artistas/pesquisadoras Naiana Magalhães e Cecília Shiki, com tutoria da artista plástica e professora de História e Teoria da Arte, Maria Helena Bernardes, o projeto criava um diálogo com imagens capturadas do dia a dia de pescadores, para refletir sobre as construções em torno do seu imaginário nos dias de hoje. “Participar do Laboratório do Porto Iracema foi essencial para desenvolver uma pesquisa a qual não conseguiria sozinha. Os encontros proporcionados pelo curso, o contato com tutores de outros estados e todo o movimento levantado pela estrutura me abriram caminhos e portas que contribuíram para o adensamento do trabalho”, relata Naiana.

Imagem do filme “Sombra do tempo”, de Naiana Magalhães

Neste mês de março, a artista havia sido selecionada para o Festival “Videoformes – Festival International d’Arts Numériques”, realizado em Clermont Ferrand, na França, onde seria apresentado um desdobramento de sua pesquisa. O Festival estava marcado para acontecer entre os dias 12 e 15 deste mês, mas o trabalho seguiria em cartaz até o dia 29 de março.

Em função das medidas de isolamento social para conter a pandemia de Coronavírus, o Festival Videoformes contou com apenas uma abertura e dois dias de exposição. Neste momento, o espaço está fechado, mas serão transmitidos online alguns vídeos e filmagens das vídeo-instalações.

A artista também foi uma das finalistas do Prêmio Investidor Profissional de Arte (PIPA) 2016, um dos prêmios brasileiros mais relevantes de artes visuais.

Sobre o Laboratório de Artes Visuais
O Laboratório de Artes Visuais tem como objetivo aprofundar conhecimentos e experiências teóricas e práticas na área das Artes Visuais, promovendo o debate estético e crítico na perspectiva da experimentação de linguagens. A estrutura do Laboratório de Artes Visuais, em sua 7ª edição (2019/2020), é composta por dois percursos interdependentes: Temporada Formativa (2019), que equivale a um curso majoritariamente teórico, para 30 artistas/pesquisadores, e a Temporada Investigativa (2020).

Neste ano, portanto, a Temporada Investigativa do Laboratório será composta por estes quatro projetos oriundos da Temporada Formativa e mais quatro projetos selecionados através do regulamento, totalizando oito projetos contemplados em poéticas da criação visual.

As inscrições para a 8ª edição dos Laboratórios de Criação estavam originalmente abertas até o dia 19 de março, mas foram prorrogadas até 05 de abril (confira AQUI o novo cronograma). Em 2020, serão desenvolvidos 29 projetos, divididos em Artes Visuais (8), Cinema (6), Dança (5), Música (5) e Teatro (5) – sete a mais que nas edições anteriores. Além disso, artistas cearenses terão acréscimo na ajuda de custo, que passará a ser de R$ 1.000,00 por mês. A submissão de projetos deve ser feita exclusivamente pelo site da Escola.

Confira AQUI o regulamento do Laboratório de Artes Visuais.

Em caso de dúvidas, entre em contato pelo e-mail: laboratorioartesvisuais@gmail.com

Sobre a Escola
O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há seis anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO
O que: Inscrições abertas para os Laboratórios de Criação 2020
Quando: Prorrogado até 05 de abril de 2020
Confira o novo cronograma AQUI
Inscreva-se AQUI
GRATUITO

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Rafaela Leite

Publicado em 01/04/2020