Programa aBarca chega aos municípios do Crato e de Quixeré com ações em teatro, audiovisual e artes visuais

Em dezembro, atividades gratuitas serão realizadas entre os dias 03 e 21

Com o intuito de democratizar o acesso à arte no interior do Ceará, o Programa aBarca –Travessias do Porto chega até os municípios do Crato e de Quixeré entre os dias 03 e 21 de dezembro para a realização de curso básico em audiovisual, a oficina “Quem é o dono da voz? – Caminhos para um corpo-voz na perspectiva do teatro de bonecos” e duas formações que trabalham a linguagem das artes visuais, todas as ações com acesso gratuito e aberto ao público.

No Crato, o “Curso básico de realização audiovisual”, ministrado por Lucas Paz, abordará teoria e prática da cinematografia, estudando a construção fílmica como um todo e desenvolvendo nos alunos elementos de criticidade na análise de filmes em dois módulos. O primeiro módulo iniciou nesta segunda-feira (03) e segue até o dia a 07. O segundo acontece de 17 a 21, sempre das 9h às 12 e das 14h às 17h. Quanto às formações em artes visuais, as oficinas “Fotografia com dispositivo móvel” e “Oficina de Fotografia Digital Básica”, orientadas por Priscilla Sousa, incentivarão o pensamento crítico sobre a imagem a partir de reflexões sobre temáticas como mulher, negritude e periferia. As oficinas serão realizadas na Biblioteca Pública do Crato, no Largo da RFFSA.

Já em Quixeré, quem conduz a formação é a atriz e bonequeira Maria Vitória. Nos dias 8 e 9 de dezembro, a oficina “Quem é o dono da voz? – Caminhos para um corpo-voz na perspectiva do teatro de bonecos” ocorre das 14h às 20h, na sede da Secretaria de Cultura de Quixeré. A formação, parceria também com a Trupe Motim, tem o foco no trabalho de voz que o teatro de bonecos exige para o artista manipulador.

SOBRE O PROGRAMA aBarca  
A ideia do Programa aBarca é aproximar os diversos projetos artísticos desenvolvidos no Porto Iracema das Artes dos já existentes nas cidades que receberão as ações, criando um clima de parceria e fortalecendo a rede de formação em cultura. No Crato, o Porto tem como parceria a Secretaria de Cultura do Crato. Já em Quixeré, o apoio é da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude de Quixeré e da Trupe Motim. No mês de novembro, o aBarca seguiu multiplicando e promovendo um maior alcance das ações do Porto em Paracuru e Quixadá, com apoio da Escola de Dança de Paracuru, a Casa de Saberes Cego Aderaldo, a Escola de Música de Paracuru, a Trupe Motim de Teatro, a Companhia de Dança Rastro.

Confira abaixo os detalhes sobre cada oficina.

// CRATO

– Audiovisual
Dividido em dois módulos, o “Curso básico de realização audiovisual” acontecerá sempre das 9h às 12 e das 14h às 17h nos dias 03 a 07 (módulo I) e 17 a 21 (módulo II) de dezembro. Ministrado por Lucas Paz, a formação está acontecendo no complexo histórico da Refesa, antiga estação ferroviária, onde comporta atualmente a sede da secretaria da cultura, a biblioteca pública, auditório e outros espaços voltados às artes. As inscrições foram realizadas pela Secretaria de Cultura do Crato.

No primeiro módulo, intitulado “Narrativa Cinematográfica e Técnicas de Equipamentos”, serão apresentadas as principais teorias narrativas em cinema, trabalhando conceitos estéticos e de linguagem e auxiliando os alunos a diferenciar os vários elementos que compõem a estrutura narrativa de filmes, como personagens, enredo, ponto de vista, voz narrativa e temporalidade. O curso também apresentará as noções básicas de funcionamento e operação dos equipamentos de câmera e som, com os objetivos de aprimoramento da análise fílmica e da composição de roteiros pelos alunos.

A turma do “Curso básico de realização audiovisual” com o facilitador, Lucas Paz.

Já o segundo módulo, “Prática em Realização Audiovisual”, estudará a realização cinematográfica através da análise de elementos técnicos e estéticos envolvidos neste processo, visando a compreensão crítica e prática da realização. Os alunos formarão equipes de trabalho e desempenharão, individualmente, as funções disponíveis em cada projeto, de forma a estudar a correlação com a construção fílmica como um todo.

Sobre Lucas Paz 
Artista multimídia com MFA em Filmmaking pela NYFA (EUA) e Bacharelado em Direção Teatral pela USP (BRA). Lucas Paz lecionou como Opera Artistic Director para graduação e mestrado no departamento de Música da Azusa Pacific University na California, é pesquisador FAPESP com a publicação “A performance em espaços públicos a partir do mínimo gesto ou da ação simples”, acadêmico correspondente da Academia Limoeirense de Letras, autor do livro “Vestes de Quê: Vazão a poemas presos” e lançou sua primeira exibição de artes visuais “Marés” em Fortaleza, com 98 peças. Lucas é também formado como ator profissional pelo Curso de Artes Dramáticas da UFC (BRA). Lucas Paz trabalha como diretor e produtor em cinema e publicidade com artistas como Pepe Serna, Thaila Ayala, André Mattos, Thalma de Freitas, Daniela Escobar, Dani Suzuki e seus trabalhos já foram exibidos e premiados nos EUA, Brasil, Índia, México, França, Suíça, Romênia, Israel, Espanha, Portugal, e Austrália. No teatro Lucas Paz trabalhou com grupos como Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona, Teatro da Vertigem, Theâtre du Soleil, Cia. Livre., Balagan, Alumiar Cenas.

– Artes Visuais
Escutar, trocar experiências, introduzir conceitos básicos sobre fotografia e a discussão da imagem estão entre os objetivos das duas oficinas de fotografia a serem ministradas por Priscilla Sousa. As atividades têm carga horária de 15h/aula e consideram os contextos individuais e a livre expressão do pensamento crítico, com ênfase em temáticas como mulher, negritude e periferia. Como produto das oficinas, serão realizadas exposições digitais construídas coletivamente com o trabalho dos alunos para cada atividade.

Fotografia com dispositivo móvel
De 10 a 14 de dezembro, das 9h às 12h, acontece a oficina “Fotografia com dispositivo móvel”. A ideia é proporcionar diálogos e incentivar o pensamento crítico sobre a imagem. A atividade reserva espaço para a realização de exercícios práticos sobre técnicas fotográficas e utilização de aplicativos de edição de imagem, com o objetivo de tornar os alunos aptos a identificar as possibilidades do aparelho celular como meio de expressão pessoal e artística na produção criativa. As aulas serão ministradas na Biblioteca Pública do Crato, no Largo da RFFSA.

Oficina de Fotografia Digital Básica
O incentivo ao pensamento crítico sobre a imagem segue no mesmo período, de 10 a 14 de dezembro, de 14h às 17h, com a “Oficina de Fotografia Digital Básica”, que acontecerá também na Biblioteca Pública do Crato, no Largo da RFFSA.

O compartilhamento mútuo de saberes que proporcionam diálogos é a estratégia que a professora utilizará para capacitar os alunos na realização de exercícios práticos sobre técnicas fotográficas e utilização de software de edição de imagem. Eles desenvolverão habilidades básicas no uso de software de edição profissional e deverão ser capazes de manusear qualquer câmera fotográfica DSLR no modo manual, com a possibilidade de usar a fotografia como meio de expressão pessoal e artística.

// QUIXERÉ

Já a cidade de Quixeré receberá, nos dias 8 e 9 de dezembro, a oficina “Quem é o dono da voz? – Caminhos para um corpo-voz na perspectiva do teatro de bonecos”, com a atriz Maria Vitória, das 14h às 20h, na sede da Secretaria de Cultura de Quixeré. A formação tem o foco no trabalho de voz que o teatro de bonecos exige para o artista manipulador. Para isso, os corpos envolvidos (do boneco e do ator) são convocados ao trabalho. O encontro acontece ao aproximar a trajetória da professora Maria Vitória com o trabalho já desenvolvido pelos artistas do município da região do Jaguaribe e proximidades. São ofertadas 15 vagas, preenchidas por ordem de chegada.

Sobre a artista
Maria Vitória se dedica ao fazer teatral desde a década de 1990. Tem conquistado seu espaço no cenário artístico como atriz, bonequeira, diretora e dramaturga. A artista iniciou sua trajetória no Grupo Formosura de Teatro e em paralelo atua como diretora e atriz no Grupo Terceiro Corpo. Desde o ano de 2003 investiga possíveis treinamentos para o ator-criador e atualmente desenvolve uma pesquisa a partir do diálogo entre teatro, dança e teatro de bonecos. Os resultados de suas pesquisas são compartilhados através dos grupos com os quais teve ou tem contato, por via de cursos e oficinas de teatro, trabalhos acadêmicos e através de seus espetáculos teatrais. Durante mais de duas décadas, essa artista cearense, vem se dedicando de forma ininterrupta ao fazer artístico. Sempre em uma atitude de resistência de ter a arte como única atividade profissional.

Serviço

O que: Curso básico de realização audiovisual, com Lucas Paz
Quando: De 03 a 07 de dezembro (módulo I) e de 17 a 21 de dezembro (módulo I), de 09h às 12 e de 14h às 17h
Onde: Largo da RFFSA ( Rua Ratisbona – Centro, Crato)
Gratuito
Inscrições realizadas pela Secretaria de Cultura do Crato. Mais informações: (88) 3253.2365

O que: Oficina “Fotografia com dispositivo móvel”, com Priscilla Sousa
Quando: De 10 a 14 de dezembro, das 9h às 12h
Onde: Biblioteca Pública do Crato, Largo da RFFSA (Rua Ratisbona – Centro, Crato)
Gratuito
Inscrições realizadas pela Secretaria de Cultura do Crato. Mais informações: (88) 3253.2365

O que: Oficina de Fotografia Digital Básica, com Priscilla Sousa
Quando: De 10 a 14 de dezembro, das 14h às 17h
Onde: Biblioteca Pública do Crato, Largo da RFFSA (Rua Ratisbona – Centro, Crato)
Gratuito
Inscrições realizadas pela Secretaria de Cultura do Crato. Mais informações: (88) 3253.2365

O que: Oficina “Quem é o dono da voz? – Caminhos para um corpo-voz na perspectiva do teatro de bonecos”, com Maria Vitória
Quando: Dias 08 e 09 de dezembro, das 14h às 20h
Onde: R. Padre Zacarias, 332 – Centro, Quixeré
15 vagas, inscrições por ordem de chegada
Gratuito

 

Comunicação Porto Iracema das Artes | Lucas Casemiro

Publicado em 04/12/2018