Porto Iracema das Artes recebe 1º Seminário Periferias Insurgentes – Arte Cidade Política

O Grupo Nóis de Teatro integra o Laboratório de Teatro 2017 com o projeto “Despejadas”

 

A Associação Artística Nóis de Teatro, com o apoio do Porto Iracema das Artes, realiza o 1º Seminário Periferias Insurgentes – Arte  Cidade  Política, nos dias 16 e 17 de outubro, na escola, a partir das 18h. O evento acontece nos próximos dias 16  e 17 de outubro, a partir das 18h, no auditório da escola. A ação é um convite a todos os artistas de Fortaleza para debater as formas de sobrevivência e a ocupação dos espaços públicos da cidade.

O projeto surge pelo desejo do encontro com as múltiplas vozes que compõem as resistências das periferias da capital cearense e de ocupar todos os lugares da cidade, discutindo as consonâncias e dissensos que entrelaçam essa teia de vozes, esse mosaico “sub-urbano”.

O seminário será composto por duas mesas de discussão. No dia 16, o tema da mesa será “Nas Bordas do Mundo: Modos Coletivos de Existir”, com mediação de Henrique Gonzaga do Grupo Nóis de Teatro,  seguido do espetáculo Censurados, da Cia Viv’arte do Bom Jardim. Já no dia 17, haverá a mesa “Nos Centros da Batalha: Reinvenções do Espaço Público”, com Kelly Enne Saldanha, seguido de um grande sarau com os integrantes da mesa, que será aberto para participação do público.

A atividade é gratuita e voltada para todos os interessados. O público pode fazer inscrição AQUI Os que por alguma razão não conseguirem se inscrever, ainda podem comparecer ao local e aproveitar a experiência. A programação completa pode ser conferida logo abaixo:

 

Programação 1º Seminário Periferias Insurgentes – Arte Cidade Política

[16/10] SEGUNDA-FEIRA

18h- Abertura (Altemar Di Monteiro e Porto Iracema das Artes)

18h20 – Mesa “Nas Bordas do Mundo: Modos Coletivos de Existir” | Mediador: Henrique Gonzaga (Nóis de Teatro)
A mesa tem como objetivo apresentar um panorama da produção cultural e artística na periferia de Fortaleza, discutindo sobre as táticas de organização coletiva e manutenção das atividades nos territórios. Como permanecer juntos numa cidade que louva e difunde o individualismo de um corpo privado?

Participantes: Gil de Sousa (Centro Ubuntu de Arte Negra – Planalto Pici) / Graça Castro e Silva (Fórum de Cultura do Bom Jardim) / Gleison Cruz (Grupo Dito e Feito/ Serviluz) / Adriana Schneider Alcure (Coletivo Bonobando – Rio de Janeiro)

20h30 – Espetáculo “Censurados” / Cia Viv’Arte (Bom Jardim)

 

[17/10] TERÇA-FEIRA

18h – Mesa “Nos Centros da Batalha: Reinvenções do Espaço Público” | Mediadora: Kelly Enne Saldanha (Nóis de Teatro)
A mesa tem por objetivo reunir grupos e coletivos que têm ocupado o espaço público da cidade de modo inventivo e plural. Resistindo à institucionalização dos rolezinhos e movimentos periféricos, no centro da batalha encontramos a Insurgência de uma juventude que não cede ao controle e cerceamento do poder hegemônico e pastoral.

Participantes: Carlos M. Melo (Sarau da B1/ Jangurussú) / Jam’s Willame ( Sarau Corpo sem Orgãos/ Conjunto Ceará) / Micinete de Lima (Tambores de Safo / Planalto Pici) / Wilbert Santos (Bonja Roots/ Bom Jardim)

20h30 Sarau no Porto (Sarau da B1- Jangurussú / Sarau Corpo sem Órgãos – Conjunto Ceará / Bonja Roots – Bom Jardim / Microfone aberto)

Programação sujeita a alteração / Mais info: noisdeteatro.blogspot.com / (85) 98746.8512

O debate pode seguir da seguinte maneira

Fala de cada pessoa convidada- 15mim
Mediação- 5mim entre cada fala
Debate aberto – 40mim

 

SERVIÇO
O quê: 1º Seminário Periferias Insurgentes – Arte  Cidade  Política
Onde: Porto Iracema das Artes
Quando: 16 e 17 de outubro, às 18h
GRATUITO