Porto Iracema das Artes realiza aula aberta sobre produção artística dos povos originários da Amazônia

Atividade acontece no dia 15 de outubro, no Auditório da Escola, a partir das 19hrs

O Porto Iracema das Artes promove, na próxima terça-feira, 15, a aula aberta “Estéticas Descoloniais – A inconstância da alma selvagem nas artes visuais”, ministrada pelo professor e pesquisador Mateus Uchôa. Gratuita, a atividade acontece no Auditório da Escola, a partir das 19h.

O objetivo é possibilitar um aprofundamento a respeito da produção artística dos povos originários da Amazônia, seus processos e métodos de criação, que relativizam o cânone estético que dominou os discursos em torno da arte desde o século XVI.

“A partir da produção sensível dos povos ameríndios, o trabalho procura estabelecer um contraponto teórico em relação ao modelo representacional e simbólico da arte ocidental, com a finalidade de demonstrar que um dos pontos marcantes na arte indígena contemporânea não é o paradigma da ‘representação’, a necessidade de ‘imitação do real’, mas a função de estabelecer uma ponte com o ‘outros mundos’ não-humanos e extramodernos”, detalha Uchôa.

Nesse caminho, o pesquisador explora a aproximação da arte indígena ameríndia com as mais recentes discussões na arte contemporânea, na qual se procura cada vez mais escapar do modelo representacional de produção do sensível. Uchôa propõe, assim, uma perspectiva descolonial, quando os critérios de produção artística abarcam conceitos, expressões e costumes dos povos indígenas originários – outrora considerados “marginalizados”, “mágicos”, “não-racionais”.

“A investigação sobre as transformações de perspectiva da produção ameríndia mobiliza uma série de questões filosóficas e antropológicas, que permitem aproximar a figura do artista com a figura do xamã, estabelecendo o que pode ser nomeado “xamanismo visual”‘, pontua o pesquisador.

SOBRE MATEUS UCHÔA

Mestre em Filosofia e em Arte Contemporânea pela Universidade Federal do Ceará e doutor em Filosofia na linha de Estética e Filosofia da Arte pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente é professor substituto do curso de Filosofia da Universidade Estadual Vale do Acaraú e estuda temas como pensamento ameríndios, multinaturalismo, antropologia especulativa, filosofia e questão ambiental.

SOBRE A ESCOLA

O Porto Iracema das Artes é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, com seis anos completados em 2019, desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

Porto Iracema das Artes realiza aula aberta “Estéticas Descoloniais. A inconstância da alma selvagem nas artes visuais”
Onde: Auditório do Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, nº 160 – Praia de Iracema)
Quando: 15 de outubro, às 19h
Gratuito

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Rafaela Leite
Publicado em 10/10/2019