Porto Iracema das Artes celebra 6 anos com programação especial durante o mês de agosto

Além de quatro shows musicais, apresentações de dança, aulas abertas, oficinas, exibição e debates de filmes, lançamento de livros e uma semana dedicada à fotografia, ao longo do mês receberemos parte da programação da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará dentro do projeto “Paulo Freire a Bombordo”

No próximo dia 29 de agosto, a Escola Porto Iracema das Artes completa 6 anos como referência na formação em artes no Ceará. Instituição da Secretaria da Cultura do Estado (Secult), gerida em parceria com o Instituto Dragão do Mar, o Porto Iracema vem inspirando um modelo pedagógico calcado na autonomia intelectual e criativa dos alunos, tendo como conceitos fundantes as experiências e partilhas simbólicas nos processos formativos. Para comemorar e refletir sobre a trajetória, durante todo este mês, de 1 a 30 de agosto, a Escola realiza uma grande programação gratuita.

Serão quatro shows, cinco oficinas, seis aulas abertas, apresentações de dança, exibição e debates de filmes, lançamento de livros, uma semana inteira dedicada à Fotografia e o Porto ainda receberá parte das ações da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará dentro do projeto “Paulo Freire a Bombordo”. As ações e eventos ocuparão não só os espaços internos do Porto Iracema, mas também o entorno da Escola.

O presidente do Instituto Dragão do Mar, o antropólogo Paulo Linhares, lembra que a Escola resgata o projeto pioneiro do Instituto Dragão do Mar, realizado na década de 1990, que formou uma geração de artistas no Teatro, no Cinema, na Dança. “Desde 2013, o Porto Iracema tem não só retomado aquela experiência como avançado. A gente percebe isso na excelência dos projetos aprovados nos Laboratórios de Criação, ano a ano, e nos milhares de jovens que começam suas trajetórias de artistas, produtores, professores e técnicos pelo Porto”, ressalta Linhares. “O projeto pedagógico do Porto Iracema das Artes, já consolidado, inspira a Rede das Escolas Criativas do Instituto Dragão do Mar, que reúne a Escola Thomaz Pompeu Sobrinho, Escola de Gastronomia, Centro Cultural Bom Jardim”, observa.

Oficina O Fazer Fotográfico. Foto: Alan Sousa

A diretora de formação do Instituto Dragão do Mar, Bete Jaguaribe, destaca a contribuição do Porto Iracema das Artes no fortalecimento do cenário de formação em artes no Estado, desde a sua criação. “Procuramos construir um modelo democrático, atento ao que acontece no Brasil contemporâneo. Este ano, por exemplo, o tema que orienta os percursos formativos e os eventos da Escola é o que nomeamos de Poéticas da Existência, exatamente porque entendemos que o que está em jogo no Brasil de hoje é nosso direito básico de existência, enquanto cidadãos livres, nordestinos”, acrescenta a diretora, que reforça a ideia de garantir espaços para o pensamento crítico. “Este ano, criamos, por exemplo, o projeto Paulo Freire a Bombordo, para reverenciar o legado do patrono da Educação Brasileira, colocado em risco pelo autoritarismo que assumiu o poder no país”, reflete Bete Jaguaribe.

Este ano, as atividades de formação da Escola Porto Iracema das Artes contam com a parceria da Companhia de Água e Esgoto do Estado do Ceará, da Cagece, da Cegás – Companhia de Gás do Ceará e da Vicunha Têxtil.

Paulo Freire a Bombordo e Bienal do Livro

Entre os dias 16 a 25 de agosto acontece, no Centro de Eventos do Ceará e em diversas instituições da Secretaria da Cultura do Estado, a XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará. Nesta edição, o Porto Iracema das Artes participa do evento, que terá uma sala dedicada ao patrono da Educação Brasileira, realizando diversas programações do projeto “Paulo Freire a Bombordo”. Na sede da Escola, teremos debates e aulas abertas que discutirão a influência do trabalho de Paulo Freire nas artes.

No dia 16, às 15h, Cláudio Rodrigues vem ao auditório do Porto Iracema das Artes para falar sobre “A importância do ato de ler”. Já no dia 19, segunda-feira, o professor Régis Lopes vai ministrar uma palestra com o tema “Educação em Museus e Paulo Freire: A danação do objeto”, também a partir das 15h, no auditório.

Já no dia 20, Rômulo Silva vem ao Porto Iracema para refletir sobre “Paulo Freire e os condenados da Terra”, às 15h, no nosso auditório. Dia 21 será a vez de um encontro com Iana Soares, que vai falar sobre “Imagem e literatura: a construção de um repertório na Imagem a partir da literatura”.

Na quinta-feira, dia 22, o tema será “Teatro e Educação – diálogo entre Paulo Freire e Augusto Boal” e os debatedores serão Tutti Gonçalves, Ângela Soares e Rebeka Lúcio. O bate-papo será a partir das 15h, também no auditório, aberto ao público.

Na sexta-feira, dia 23, a Escola receberá o cineasta cearense Rosemberg Cariry, que vem falar ao público sobre “Cinema e Literatura – ‘Ave Poesia’ – A Cultura Oral como inspiração literária e cinematográfica”. A programação acontece a partir das 15h, no auditório da Escola. O acesso é gratuito.

Semana da Fotografia

Para marcar os 180 anos da invenção da fotografia, apresentada ao mundo por Louis Daguerre em 19 de agosto de 1839, a Escola Porto Iracema das Artes vai realizar ainda uma série de atividades durante a semana de 19 a 23 de agosto. Além de aulas abertas, haverá fotopasseios, Feira da Fotografia, lançamento de publicações e projeção de fotos.

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO

– Apresentações de dança

Foto: Té Pinheiro. Residência Artística “10 anos sem Pina”

Este ano, completa-se uma década da morte de Pina Bausch, coreógrafa, bailarina e diretora de balé alemã. Junto com a Bienal Internacional de Dança do Ceará, em parceria com o Theatro José de Alencar e a Vila das Artes, o Porto Iracema das Artes vem realizando a residência artística “10 anos sem Pina”, que selecionou 22 artistas do Ceará para um período de duas semanas de intensa formação com o bailarino e diretor da companhia de Pina, o grego Daphnis Kokkinos.

No próximo sábado, dia 3, os artistas farão uma apresentação aberta ao público do trabalho que estão montando e que será apresentado em outubro, durante a Bienal. O Centro de Narrativas Audiovisuais do Porto Iracema, o CENA 15, será o palco dessa abertura de processo, que iniciará às 20h. O acesso é gratuito.

No final do mês, 28 de agosto, o pátio da Escola vai receber o Espetáculo de Daança Flamenca, com o Grupo Tablado. Será às 19h e o acesso é gratuito.

– Shows musicais

Foto: Té Pinheiro. Luiza Nobel em Audições do Laboratório de Música.

Entre as novidades da programação celebrativa do sexto aniversário do Porto Iracema das Artes, este ano teremos não apenas um dia de shows, mas quatro. Já na próxima terça-feira, dia 6, a Escola recebe três bandas do Coletivo Lado B para um show de rock. Canil, Musavenal e West Wolves se apresentam a partir das 19h, com acesso gratuito.

No ano em que a Escola lançou o programa “EntreVozes – Poéticas do canto, da fala e a performance”, a aproximação com corais da Cidade tem sido intensa. E na terça-feira seguinte, dia 13, serão eles que tomarão conta do palco no Porto Iracema das Artes. Vitrola Nova, Cherry Boys e Folk vão se apresentar também a partir das 19h, com acesso gratuito.

Os projetos selecionados para o Laboratório de Música deste ano se apresentam em duas ocasiões. Na quinta-feira, dia 22, a música instrumental encontrará as batidas do eletrônico no Porto Iracema das Artes. Também a partir das 19h, o projeto Orquestra Transversal, que tem como tutora a compositora e instrumentista Léa Freire, apresenta suas Peripécias Transversais. Em seguida, o cantor Lua, que é orientado pelo tutor carioca Omulu, encerra a noite com uma amostra de seu projeto “Atlântico”.

No dia 29 de agosto, data do aniversário do Porto Iracema das Artes, os parabéns serão puxados pelas mulheres que este ano marcam presença no Lab Música. A cantora Luiza Nobel vai mostrar um pouco do que está preparando em “Um corpo sem voz em busca de voz”, que tem tutoria de Mahmundi, enquanto a banda Pulso de Marte vai mostrar a força do rock comandando pelas mulheres, num projeto que tem a orientação de Raquel Virgínia como tutora.

– Exibição e debate de filmes

Na próxima terça-feira, dia 6, o Cena Cineclube retorna com uma sessão especial. Será exibido o filme “Amores de Chumbo”, com a presença da diretora pernambucana Tuca Siqueira. A sessão inicia às 19h, no auditório do Porto Iracema, e é aberta ao público.

Nos dias 14, 21 e 28 de agosto, o Cineclube Âncora realiza a mostra especial “Memórias Sobre o Cárcere”, fruto da oficina “O Cinema Brasileiro Nasceu No Cineclube”, ocorrida em julho de 2019. Os participantes tinham como objetivo produzir uma mostra a ser realizada na Escola. As sessões acontecerão sempre a partir das 18h30min, no Estúdio de Audiovisual do Porto Iracema das Artes, com entrada gratuita.

No dia 23, a partir das 19h, o Cena Cineclube realiza no pátio do Porto Iracema das Artes uma sessão comentada do filme “Inferninho”, de Guto Parente e Pedro Diógenes. O filme começou a ser desenvolvido em 2013, na primeira edição do Laboratório de Cinema da Escola. Além dos diretores, participarão da exibição os atores Rafael Martins, Rogério Mesquita e Tatiana Amorim. A mediação será de Pedro Azevedo.

Já no dia 26 de agosto, os curtas-metragens realizados pelos alunos do Porto Iracema durante o programa Preamar, de 2015 até 2018, também serão exibidos e comentados pelos diretores e roteiristas. A sessão inicia às 9h, no auditório da Escola, e é gratuita.

Encerrando o mês, o tutor do Laboratório de Cinema do Porto Iracema das Artes, Karim Aïnouz, faz a pré-estreia nacional de seu novo filme, “A Vida Invisível de Eurídice Gusmão”, na abertura do Cine Ceará, no Cineteatro São Luiz. A sessão será às 19h30min e contará com a presença do diretor e da equipe. O acesso é gratuito mediante ingresso distribuído no local.

– Oficinas

Foto: Alan Sousa. Percurso de Fotografia Digital 2019.

Este mês, a Escola oferta 105 vagas distribuídas em seis oficinas gratuitas. A primeira, “Elementos da Iluminação Cênica”, já começou e segue até o dia 2 de agosto. A oficina “Corpo Impossível”, com a atriz Jéssica Teixeira, tem 20 vagas e está com inscrições abertas em nosso site até o dia 1. A atividade acontece nos dias 06 a 09, das 9h às 13h.

De 19 a 23, acontecerá a oficina “Os elementos estruturais do movimento”, com Elisa Abrão. Serão disponibilizadas 10 vagas. As inscrições serão pelo site, até 12 de agosto. No mesmo período, os interessados em Cinema poderão fazer a “Oficina e Beats e Escaleta”, com Daniel Tavares. Serão 50 vagas a serem preenchidas por ordem de chegada.

Por fim, no dia 27 de agosto, teremos uma formação voltada para a comunidade surda. A oficina “Pulso”, com o DJ André Garan, terá 15 vagas a serem preenchidas também por ordem de chegada. A formação acontecerá de 14h às 18h, na Sala de Dança Wládia Torres.

– Aulas abertas

No dia 08 de agosto, a Escola receberá o Luiz Fernando Marques (o Lubi), dentro do projeto Paulo Freire a Bombordo, para ministrar a aula aberta “Pedagogia da Autonomia e a experiência da Escola Livre de Teatro”. Será às 19h, no Auditório do Porto Iracema das Artes, com acesso gratuito.

Na segunda-feira, dia 12, o artista, curador e professor Ayrson Heráclito ministra a aula aberta “Os sacudimentos: a reunião das margens atlânticas”. A atividade será a partir das 18h30min, no Auditório do Porto Iracema das Artes. Ele será o professor do terceiro módulo do Laboratório de Artes Visuais do Porto, que tem como tema “Questões decoloniais: gênero, raça e lugar de fala”.

Já durante a Semana da Fotografia, tem as aulas abertas “Imagem e Alteridade”, com Cyro Almeira, no dia 21, e “Todo filho é filho da mãe”, com Lia de Paula. Ambas as aulas serão no Auditório da Escola, sempre às 19h, com acesso gratuito.

No dia 29 de agosto, aniversário do Porto Iracema das Artes, antes dos shows de comemoração, a partir das 17h30min, o professor Rubéns Lopes vai ministrar a aula aberta “Danças Africanas Ancestrais”. Será na lateral da Escola, a rua Almirante Tamandaré.

Já no dia 30, às 19h, o mês celebrativo será encerrado com a aula aberta “Narrativas Visuais Humanitárias”, com Marizilda Cruppe e Rogério Costa. A atividade, aberta ao público, será às 19h, no auditório do Porto Iracema das Artes.

– Lançamento de livros

No dia 07 de agosto, o professor e pesquisador Marcelo Ikeda lança a partir das 19h o livro “Fissuras e Fronteiras: O Coletivo Alumbramento e o Cinema Contemporâneo Brasileiro”, uma das mais completas obras sobre o grupo de realizadores do Ceará. O lançamento será no auditório do Porto Iracema, seguido de debate do autor com o público.

Já no dia 20 de agosto, durante a Semana da Fotografia, será lançado o Fotolivro BEIRADA, com Yan Belém e Rafael Luz, a partir das 19h, no auditório da Escola.

A ESCOLA

Foto: Alan Sousa

O Porto Iracema das Artes é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

De 2013 a 2019, no Programa de Formação Básica, a Escola realizou mais de 10 mil matrículas em 540 percursos formativos, com 21.255 horas-aula. Foram formadas quatro turmas dos Cursos Técnicos de Dança e de Computação Gráfica nesse período. Ao longo das sete edições dos Laboratórios de Criação, 413 artistas passaram pelos Labs e 128 projetos já foram desenvolvidos. Mais de 50 mil pessoas foram alcançadas diretamente pelas formações e eventos dos Cursos Básicos, Técnicos e nos Laboratórios de Criação.

SERVIÇO

O que: Porto Iracema das Artes celebra 6 anos com programação especial durante o mês de agosto
Quando: De 1 a 30 de agosto
Onde: Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
GRATUITO

Confira a programação completa AQUI.

 

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Raphaelle Batista

Publicado em 01/08/2019