Porto Iracema das Artes encerra inscrições para Curso Básico de Audiovisual 2018

Estão sendo ofertadas 75 vagas para formação em som, câmera e edição. Este ano, o foco do curso será o documentário e a convidada para a primeira semana de aula é a premiada cineasta mineira Beth Formaggini

As inscrições para o Curso Básico de Audiovisual 2018 foram encerradas na manhã desta sexta-feira (19). O fechamento segue a regra do processo de seleção da escola, que prevê o término das inscrições antes do final do prazo quando o número de inscritos atinge o correspondente a quatro vezes o total de vagas ofertadas para o curso. Até as 11h desta sexta, foram inscritos 676 candidatos. Os prazos de divulgação das próximas etapas seguem os mesmos.

A ênfase na narrativa documental é a grande novidade do Curso Básico de Audiovisual em 2018. Os interessados em cinema com no mínimo 16 anos e ensino fundamental completo poderão fazer um dos três percursos oferecidos: SOM, EDIÇÃO e CÂMERA. No total, são 75 vagas para a formação que dura quatro meses e é totalmente gratuita.

Dentro do novo foco do curso, a proposta é trazer aos alunos uma reflexão sobre os desafios na realização documental em audiovisual. Numa perspectiva teórico-prática, serão trabalhados a construção do real, os recortes do tema, a pesquisa de campo, as estratégias estético-narrativas, a estrutura etc. E quem abre os trabalhos do Curso Básico de Audiovisual este ano é a cineasta mineira Beth Formaggini, convidada para o Navegações Estéticas – partilha de experiências em criação artística. Ao longo da primeira semana do curso, de 29 de janeiro a 2 de fevereiro, os alunos terão aula com a realizadora de obras referenciais da cinematografia nacional e internacional.

Para o coordenador do Programa de Formação Básica do Porto, Edilberto Mendes, o novo momento é de aprofundamento da experiência formativa. “Nesses dois anos seguidos com ênfase na ficção foram produzidos 25 roteiros e filmados seis curtas. Acumulamos uma experiência que agora será alargada com essa imersão no documentário, nas possibilidades que esse gênero abre para a criação”, diz. E ter Beth Formaggini abrindo a edição deste ano, complementa Arthur Leite, coordenador do Curso, será um privilégio para os alunos. “Beth Formaggini é umas das principais documentaristas do Brasil. Seus filmes são patrimônio audiovisual brasileiro, tratando temas que vão da ditadura militar, política aos povos indígenas. Colaborou, também, com o mestre Eduardo Coutinho em obras como Babilônia 2000 e Edifício Master”, ele ressalta.

PERCURSOS

O Curso Básico de Audiovisual do Porto Iracema das Artes está dividido em três percursos que se complementam. Para cada um deles são oferecidas 25 vagas. Ao longo dos quatro meses de curso, os alunos terão três módulos, um deles conjunto, em 150 horas/aula de formação específica. Para todos os percursos, os únicos pré-requisitos são idade mínima de 16 anos e ensino fundamental completo. Não é preciso ter experiência em cinema e audiovisual.

O percurso de câmera apresenta, numa perspectiva teórico-prática, noções básicas de operação de câmera em suas dimensões técnica e discursiva, tendo como fundamento a imagem digital. Já o percurso de som consiste numa introdução ao som nos meios audiovisuais, apresenta o campo da criação sonora e seus elementos para construção de narrativas e atmosferas, capacitando o aluno e auxiliando-o na percepção das nuances sonoras contidas nas obras audiovisuais por meio da realização de exercícios de captação de áudio. O terceiro percurso apresenta os conceitos e técnicas fundamentais da edição cinematográfica, destacando a criação de sentidos por meio da articulação de planos e elementos sonoros.

Leia mais detalhes sobre cada percurso AQUI.

PRAZOS

As inscrições iniciaram na sexta-feira, 12 de janeiro, e foram realizadas até as 11h do dia 19 de janeiro. Entre os dias 22 e 24 ocorre a primeira fase da seleção, que consiste na análise, pela coordenação do curso, dos formulários enviados pelos candidatos. Ainda no dia 24 é divulgado o resultado da primeira etapa. No dia 26 de janeiro, às 9h, no auditório do Porto, ocorre a segunda fase, com a entrevista dos candidatos. No mesmo dia será conhecido o resultado final do processo seletivo no site da escola. Já no dia 29 de janeiro iniciam as aulas.

NAVEGAÇÕES ESTÉTICAS

Durante a primeira semana do Curso Básico de Artes Cênicas, de 29 de janeiro a 2 de fevereiro, os alunos selecionados terão um importante momento de imersão na narrativa documental a partir da partilha de experiências da cineasta Beth Formaggini, que ministrará o Navegações Estéticas.

A realizadora vai dialogar com os alunos sobre a prática do documentarista, abordando questões como as instabilidades entre a vida e a cena, os sujeitos e as personagens, o olhar do documentarista, o material fílmico e a construção da narrativa.

SOBRE BETH FORMAGGINI

Diretora, roteirista e produtora documentarista nascida em Montes Claros (MG), Beth Formaggini é formada em História pela Universidade Federal Fluminense, especializou-se em documentário e pesquisa audiovisual na Universidade de Roma (Itália). Em 1987, dirigiu o curta-metragem Touche Pás À Mon Pote, em parceria com Flávio Ferreira, Henri Gervaiseau e Solange Padilha. Em 1995, realizou o documentário Pontos de vista, exibido pela TV Manchete. Recebeu o prêmio de melhor filme segundo o júri popular do Festival do Rio 2007, pelo longa-metragem Memória para uso diário.

Em 2010, seu curta Angeli 24h venceu os prêmios de melhor documentário na Jornada da Bahia 2011 e melhor direção de curta-metragem no Recine 2011. Trabalhou na produção e pesquisa de documentários de diversos cineastas, em especial dos filmes de Eduardo Coutinho, entre eles Babilônia 2000 (2000), Edifício Master (2001), Peões (2003).

Produziu ainda outros filmes, como Bendito fruto, de Sérgio Goldenberg, Em trânsito(2005), de Henri Gervaiseau, Novela na Santa Casa (2006), de Cathie Levy, A etnografia da amizade (2007), de Ricardo Miranda. Organizou retrospectivas sobre as obras de Walter Lima Junior e Joaquim Pedro de Andrade, além das mostras VIDA – parte da Eco 92 – e Cinema na TV – parte do festival É Tudo Verdade. Entre 2005 e 2006, foi presidente da Associação Brasileira de Documentaristas do Rio de Janeiro, e é conselheira da ABD Nacional.

SERVIÇO

O quê: Curso Básico de Audiovisual 2018

Período do curso: 29 de janeiro a 21 de maio

Inscrições: De 12 a 19 de janeiro (ENCERRADAS)

Onde: Na aba Inscrições

Percurso de Som

Percurso de Câmera

Percurso de Edição

Gratuito