Para celebrar 180 anos da Fotografia, Porto Iracema das Artes promove série de atividades em agosto

Foto: Yan Belém

As ações acontecem na semana do Dia Mundial da Fotografia, celebrado em 19 de agosto, integrando a programação celebrativa dos 6 anos da Escola Porto Iracema das Artes

Para comemorar os 180 anos da Fotografia, celebrados no dia 19 de agosto, a Escola Porto Iracema das Artes promove uma série de atividades de 20 a 23 de agosto para celebrar o feito de Louis Daguerre, ao inventar a técnica em 1839. As ações da Semana da Fotografia acontecem em diversos espaços da Escola e integram a programação celebrativa dos 6 anos do Porto Iracema das Artes, que serão completados no dia 29 deste mês. A programação é inteiramente gratuita a e aberta a todos os interessados.

Na terça-feira, 20 de agosto, será lançado o Fotolivro BEIRADA, com participação dos autores Yan Belém e Rafael Luz, a partir das 19h, no auditório da Escola. A obra reúne fotografias de trabalhadores da área portuária do complexo Ver-o-Peso, maior feira ao ar livre da América Latina, em Belém do Pará. As imagens produzidas pela dupla foram feitas no período de 2014 a 2019, todas em preto e branco.

No dia 21 de agosto, acontece a aula aberta “Imagem e alteridade”, ministrada por Cyro Almeida, a partir das 19h, também no auditório da Escola. A conversa apresentará um panorama da carreira do fotógrafo de Belo Horizonte (MG). O artista mineiro norteia-se em seu trabalho pelo desejo de conhecer o outro e tem na câmera fotográfica um vetor de sociabilidade e instrumento de mediação com os fotografados.

Na quinta-feira, 22, a fotógrafa Lia de Paula orienta a aula aberta “Todo filho é filho da mãe”, a partir das 19h, no Auditório. O título da formação é um projeto de pesquisa que tem a intenção de instigar um debate e um olhar mais atento sobre a maternidade solo. A artista apresenta uma proposta de diálogo entre presença, ausência e sua relação com o conceito de família.

Vita Christoffel, por Lia de Paula

ENCERRAMENTO 

A Semana da Fotografia encerra na sexta-feira, dia 23, com a Festa da Fotografia, uma programação intensa que inicia às 14h e segue até 21h, do lado de fora da Escola, em frente ao Porto Iracema das Artes. A festa começa com três oficinas. A primeira, “Fabulação fotográfica”, será ministrada pelo coletivo A Estufa, e “O ato de retratar pessoas”, com a fotógrafa Mariana Parente, do Museu da Fotografia Fortaleza, que tem 15 vagas. As inscrições são por ordem de chegada na recepção da Escola, a partir de 13h30. A terceira oficina é “A construção do retrato”, com Igor de Melo, no Rastilho Espaço Criativo (Rua Adolfo Caminha, 117, Centro). São 20 vagas com inscrições também a partir de 13h30min no local.

Foto: Mariana Parente

A Feira da Fotografia incia às 16h em uma edição especial com dez mulheres da fotografia cearense. Haverá, ainda, lançamentos de publicações, entre elas a Revista Olho de Peixe, projeção de fotos reunidas partir das convocatórias do Instituto da Fotografia e do Coletivo Perigrafia, formado por fotógrafos da periferia de Fortaleza. O grupo lançará, também, um zine. Teremos ainda a exibição de curtas sobre o Poço da Draga, produzidos na oficina de Fotobiografia, além do lançamento de uma fanzine desta formação, a partir das 18h. Para encerrar a noite, será realizado um SLAM, um campeonato de poesia falada, a partir de 20h, organizado pelo Laboratório de Artes Visuais da Escola Porto Iracema. A festa contará com os DJs Yan Belém e Vanessa Andion.

A Festa da Fotografia é uma realização do Programa de Fotopoéticas da Escola Porto Iracema das Artes e do Instituto da Fotografia (Ifoto), em parceria com o Coletivo Mulheres da Imagem Ceará, Coletivo A Estufa, Coletivo Perigrafia, Rastilho Espaço Criativo, Laboratório das Juventudes (LAJUS/UFC), Revista Olho de Peixe, Museu da Fotografia e tem apoio do Instituto Iracema e da Vila das Artes, por meio da Escola Pública de Audiovisual.

OUTRAS ATIVIDADES

Formações sobre fotografia complementam a programação comemorativa. De 27 de agosto a 26 de setembro, sempre às terças e quinta-feiras, das 14h às 17h, o fotopintor Mestre Júlio Santos e o fotógrafo Cyro Almeida participam das atividades que integram programação do Ateliê do Museu da Cultura Cearense. As ações acontecem em parceria com o Museu da Cultura Cearense.

Foto: Marizilda Cruppe

No dia 30 de agosto, a fotojornalista Marizilda Cruppe e o diretor de arte, designer, artista visual Rogério Costa ministram a aula aberta “Narrativas visuais humanitárias”, resultado de parceria entre o Porto e o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV). A formação acontece a partir das 19h, no Auditório do Porto.

 

SOBRE A ESCOLA

O Porto Iracema das Artes é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, completa seis anos em 2019, desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

De 2013 a 2019, no Programa de Formação Básica, a Escola realizou mais de 10 mil matrículas em 540 percursos formativos, com 21.255 horas-aula. Foram formadas quatro turmas dos Cursos Técnicos de Dança e de Computação Gráfica nesse período. Ao longo das sete edições dos Laboratórios de Criação, 413 artistas passaram pelos Labs e 128 projetos já foram desenvolvidos. Mais de 50 mil pessoas foram alcançadas diretamente pelas formações e eventos dos Cursos Básicos, Técnicos e nos Laboratórios de Criação.

SOBRE OS CONVIDADOS 
Yan Belém
Yan Belém é autor e educador na linguagem fotográfica. Tem formação livre em fotografia por meio de oficinas e workshop’s em diversos centros culturais no Pará e no Ceará. Atua em ações educativas desde 2012 com a difusão dos primórdios da fotografia em projetos de arte educação. Seu trabalho de fotografia documental está presente em diversas exposições e publicações coletivas no Brasil, França e Argentina.

Rafael Luz
Rafael da Luz nasceu em Belém em 1988. É fotógrafo e pedagogo. Foi apresentado à fotografia quando criança, mas só foi inserido na linguagem aos 26 anos por meio de oficinas na Fundação Curro Velho. A partir de sua realidade periférica e da vivência com pessoas invisibilizadas no convívio social, Rafael produziu ensaios que participaram de exposições coletivas em vários estados do país e também na Argentina e no México, entre 2015 e 2019.

Cyro Almeida
Cyro Almeida (Araxá-MG, 1984) é fotógrafo documentarista, artista visual e professor de fotografia. Mestre em comunicação social e graduado em psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais. Dedica-se à figuração do território urbano nas periferias de Belém do Pará, pesquisa com a qual foi contemplado, em 2015, com o XV Prêmio Funarte Marc Ferrez de Fotografia. Em 2014 realizou a mostra individual Dandara, no Palácio das Artes, fruto de sua vivência na ocupação urbana de mesmo nome em Belo Horizonte. Publicou os livros “Pequena rota do insuspeitável (2017)” e “Dandara (2014)”.

Lia de Paula
Lia de Paula é fotógrafa, formada em cinema, natural de Fortaleza. Parte da infância e adolescência morou na Inglaterra onde aprendeu a fotografar e cursou ‘Media Studies’ no Westminster College. Desde então vem se dedicando, profissionalmente, à fotografia. Em Fortaleza, trabalhou no jornal O Povo e na prefeitura da cidade, participou da produção de livros e exposições, antes de se mudar para Brasília, onde passou pela Agência Senado e ministério, atuando também na fotografia de família. De Volta a Fortaleza, vem se dedicando a fotografia autoral e à pesquisa sobre parentalidade.

Mestre Júlio dos Santos
Mestre Júlio dos Santos é considerado um dos maiores profissionais da fotopintura brasileira. Com vasto conhecimento químico, histórico e digital da fotografia, seu trabalho é considerado um refinamento no conceito tradicional da técnica.

Marizilda Cruppe
Marizilda Cruppe é fotojornalista e cobre temas relacionados à desigualdade social, direitos humanos, meio ambiente, saúde e gênero. Foi fotojornalista do jornal O Globo e desde 2011 é independente e trabalha, principalmente, para organizações humanitárias e ambientais. Nos últimos anos, foi mentora de oficinas de fotojornalismo focadas em temas de Saúde e Direitos Humanos e membro do júri de concursos internacionais de fotojornalismo. Há quatro anos, a fotógrafa não tem residência fixa e segue o destino traçado pela fotografia.

Rogério Costa
Rogério Costa é diretor de arte, designer, artista visual e o responsável pela criação artística do video mapping da exposição ‘A falta que você faz’. Artista com atuação em cinema, televisão, teatro, shows e eventos há quase quatro décadas, entre seus principais projetos de videografismo e video mapping destacam-se a criação do projeto em motion graphics para a projeção em video mapping do cubo ecossistemas no Museu do Amanhã e a criação do videografismo da Sala dos Rádios no Museu do Futebol.

SERVIÇO
O quê: Porto Iracema das Artes promove série de atividades na Semana da Fotografia
Quando: 19 a 23 de agosto
Onde: Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
GRATUITO

O quê: Lançamento do Fotolivro BEIRADA, com participação dos autores Yan Belém e Rafael Luz
Quando: 20 de agosto, às 19h
Onde: Auditório do Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
Gratuito
O quê:Aula aberta “Imagem e alteridade”, ministrada por Cyro Almeida
Quando: 21 de agosto, a partir das 19h
Onde: Auditório do Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
Gratuito

O quê: Aula aberta “Imagem e alteridade”, ministrada por Cyro Almeida
Quando: 21 de agosto, a partir das 19h
Onde: Auditório do Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
Gratuito

O quê: Aula aberta “Todo filho é filho da mãe”, com a fotógrafa Lia de Paula
Quando: 22 de agosto, a partir das 19h
Onde: Auditório do Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
Gratuito

O quê: Festa do Dia Mundial da Fotografia
Quando: 23 de agosto, sexta-feira
14h – Oficinas
16h – Feira da Fotografia
17h- Lançamento de publicações
18h- Projeções de fotos e exibição dos curtas sobre o Poço da Draga produzidos na oficina de Fotobiografia
20h – SLAM
Onde: Em frente ao Porto Iracema das Artes  (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
GRATUITO

O quê: Programação do Ateliê do Museu da Cultura Cearense, com o fotopintor Mestre Júlio Santos e o fotógrafo Cyro Almeida
Quando: 27 de agosto a 26 de setembro, sempre às terças e quinta-feiras, das 14h às 17h
Onde: Ateliê do Museu da Cultura Cearense (Rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema)
Gratuito

O quê: Aula aberta “Narrativas visuais humanitárias”, com Marizilda Cruppe e Rogério Costa
Quando: 30 de agosto, às 19h
Onde: Auditório do Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
Gratuito

 

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Glauber Sobral

Publicado em 14/08/2019