Nova edição das “Conversas Fotopoéticas” recebe Alexandre Sequeira para falar sobre criação artística a partir de casa

O artista visual e pesquisador, ex-tutor do Laboratório de Artes Visuais do Porto Iracema das Artes, vai falar sobre sua experiência na Residência São Jerônimo

Além de morada, uma casa pode ser também espaço de produção artística. Foi isso que pensou o artista visual e pesquisador Alexandre Sequeira, ao transformar sua residência em um espaço de convívio provisório para poetas, fotógrafos e performers. Nesta quinta-feira (14), a partir das 16h, o artista estará no Instagram do Porto Iracema das Artes para falar sobre o projeto “Residência São Jerônimo – Poéticas do convívio”, suas produções e as relações com a fotografia neste período de isolamento social.

Desde 2016, Alexandre recebeu diferentes artistas que construíram narrativas a partir da imersão em aposentos, documentos, retratos e no convívio com ele próprio. O projeto constitui a tese de doutorado “Residência São Jerônimo: entre o acontecimento, a memória e a narrativa”, defendida este ano, na Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

O bate-papo, mediado pela coordenadora do Programa de Fotopoéticas, Iana Soares, faz parte do projeto “Conversas fotopoéticas”, que vem trazendo artistas e pesquisadores que estão pensando a fotografia a partir desse momento de isolamento necessário que estamos vivendo.

Sobre a Residência São Jerônimo

É um espaço que recebe artistas de diferentes linguagens e formas de expressão enquanto moradores temporários interessados no diálogo entre enunciados poéticos que relacionam imagem e memória. Ocupando uma edificação que data de meados do século XX, a residência artística se oferece enquanto espaço que promove diálogos que tratam de indivíduo, casa, cidade e referências memoriais.

Mais informações sobre o projeto AQUI 

Sobre Alexandre Romariz Sequeira

Foto: Té Pinheiro.

Artista visual, doutor em Arte pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e professor do Instituto de Ciências da Arte da Universidade Federal do Pará (UFPa). Desenvolve trabalhos que estabelecem relações entre fotografia e alteridade social, tendo participado de Encontros de Fotografia, Seminários e Exposições no Brasil e exterior. Tem obras no acervo do Museu da UFPa, Espaço Cultural Casa das 11 Janelas; Coleção Pirelli/MASP, Museu de Arte do Rio/MAR, Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul, Museu da Fotografia/CE, Coleção de Fotografia da Associação Brasileira de Arte Contemporânea/ABAC e Bibliothèque Nacionale de France (BNF).

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há seis anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço

O quê: Nova edição das “Conversas Fotopoéticas” recebe Alexandre Sequeira para falar sobre possibilidades de criação artística a partir de casa
Quando: Quinta-feira (14), a partir das 16h
Onde acessar: Perfil oficial do Porto Iracema das Artes no Instagram

Fique em casa, por você e pelos outros!

Para saber todas as informações sobre o novo Coronavírus, acesse https://coronavirus.ceara.gov.br/ ou ligue 24h no 0800 275 1475.

 

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Rafaela Leite

Publicado em 12/05/2020