No Dia Nacional da Cultura, Porto Iracema das Artes realiza debate e performance para denunciar tragédia ambiental nas praias do Nordeste

Foto: Té Pinheiro

Dando continuidade à campanha “NordesteUrgente – SOSPraiasNordeste”, lançada na última sexta-feira (25), a Escola reunirá pesquisadores, ambientalistas e artistas para debater o problema e mobilizar novas ações na área da cultura

No calendário brasileiro, o dia 05 de novembro é marcado como Dia Nacional da Cultura. E se o cenário do País no campo das artes não nos permite celebrar, a tragédia ambiental que atinge o litoral do Nordeste desde agosto nos chama à mobilização. Na próxima terça-feira, a Escola Porto Iracema das Artes, que lançou a campanha “NordesteUrgente – SOSPraiasNordeste”, não comemora a data, mas a lembra com uma programação que envolve debate, performance, projeção de fotos, pocket show, entre outras ações, para denunciar o problema de impacto ainda desconhecido que vem manchando nossas praias e destruindo a vida do mar e de quem depende dele.

A partir das 16h, a Escola realiza em seu auditório o “Encontro Urgente”, um debate com Jeovah Meireles, pesquisador e professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), a ambientalista Andrea Camurça, do Instituto Terramar, e o professor e membro da Associação Quilombola do Cumbe/Aracati -CE, João Luiz Joventino do Nascimento, o João do Cumbe. A partir de diferentes perspectivas, eles farão um relato sobre os impactos que o óleo derramado nas praias do Nordeste já vêm deixando no meio ambiente e nas vidas dos povos do mar. Além de artistas e do público em geral, diversas instituições de cultura da Cidade, especialmente aquelas localizadas à beira-mar, são convidados a estar presentes e participar da conversa.

A diretora do Porto Iracema das Artes, Bete Jaguaribe, acentua a importância do debate neste Dia Nacional da Cultura, lembrando que cultura não diz respeito apenas à fruição das artes. “O Porto é uma escola de cultura e arte, como está referida em seu projeto pedagógico. Cultura, no caso, no sentido mais amplo do conceito, aquele que relaciona-se com as formas de vida, costumes e modos de existência. A tragédia que está acontecendo nas praias da região é uma catástrofe sem limites. A sobrevivência de populações inteiras está ameaçada. Está em risco a existência física de milhares de pessoas, que ficarão literalmente sem comida”, diz a diretora. “A ideia é que o Dia Nacional da Cultura funcione como marcação para um debate urgente, no sentido de construção de uma agenda conjunta entre parceiros do campo das artes. É a produção artística dialogando com o caos cultural”, acentua Bete.

“Triste Cardume – O Banquete”
Após o debate, às 18h, haverá no pátio a instalação “Triste Cardume – O Banquete”. No ato, uma mesa disposta para um grande jantar reunirá o público em torno de pratos cheios das figuras de peixes pretos como aqueles que têm sido afetados pelo óleo derramado. As peças, criadas no Ateliê Urgente e recebidas por e-mail, denunciam o impacto deste crime ambiental tanto no ecossistema marinho como na vida dos seres humanos.

Ainda compondo a programação do Dia Nacional da Cultura no Porto Iracema, acontece o lançamento do programa Plânctons – Núcleo de Formação em Música Eletrônica com um pocket show de Herlon Robson, inspirado pela campanha “NordesteUrgente – SOSPraiasNordeste”. Às 18h30min, teremos uma Sessão Vinil, com a presença da Loja 8″ Polegadas, que trará uma vitrola e seu acervo de álbuns clássicos da discografia brasileira e mundial. A sessão será aberta a todos que desejem tocar seu LP preferido.

Mural – Ateliê Urgente

Foto Alan Sousa

Simultaneamente, a artista Beatriz Benitez, que integra a Temporada Formativa do Laboratório de Artes Visuais do Porto Iracema, vai projetar imagens nas paredes do Porto Iracema das Artes, juntando-se às ações artísticas para denunciar o problema ambiental que atinge o litoral nordestino.

A partir das 19h, as obras do “Ateliê Urgente”, que iniciou no dia 25 de outubro e seguirá nos dias 1 e 8 de novembro de 9h às 17h no ateliê da Escola, serão impressas para a montagem de um mural da campanha “NordesteUrgente – SOSPraiasNordeste”. A montagem será colaborativa e quem quiser participar precisa apenas trazer seu trabalho impresso, mesmo que não tenha vindo.

Confira, abaixo, a programação:

Dia Nacional da Cultura no Porto – 05 de novembro – “NordesteUrgente – SOSPraiasNordeste”

16h – Auditório do Porto
“Encontro Urgente”: debate com Jeovah Meireles, Andrea Camurça e João do Cumbe

18h – Pátio do Porto Iracema
Ato com instalação “Triste Cardume – O Banquete”, seguido de lançamento do programa Plânctons – Núcleo de Formação em Música Eletrônica e pocket show de Herlon Robson.

18h30min – Pátio do Porto Iracema
Sessão Vinil com Loja 8″ Polegadas

19h – Pátio do Porto Iracema
Montagem do mural da campanha “NordesteUrgente – SOSPraiasNordeste”.

Sobre os debatedores

Jeovah Meireles
Professor do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará (UFC) e dos Programas de Pós-Graduação em Geografia e em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA). Doutor em Geografia pela Universidade de Barcelona (2001). Desenvolve pesquisas em Geociências, com ênfase em Geografia Física e Geomorfologia atuando principalmente nos seguintes temas: indicadores geoambientais de flutuações do nível relativo do mar e mudanças climática, evolução geomorfológica da planície costeira, planejamento e gestão, impactos socioambientais de grandes empreendimentos no litoral, cartografia social, justiça ambiental e climática. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq – Nível 1B.

João Luiz Joventino do Nascimento, o João do Cumbe
É professor, membro da Associação Quilombola do Cumbe/Aracati -CE e trabalha no Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP).

Andrea Camurça
Socioambientalista, graduada em Economia Doméstica e Serviço Social, mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente. É assessora de campo do Instituto Terramar, uma organização não-governamental sem fins lucrativos de caráter socioambientalista. O objetivo do Instituto Terramar é contribuir para a justiça ambiental na zona costeira do Ceará. Sua atuação está voltada, principalmente, para a garantia de direitos coletivos e individuais de comunidades tradicionais costeiras do Ceará, em especial os direitos ao meio ambiente, ao território, à diversidade cultural, ao trabalho e ao exercício político. Desde seu surgimento (1993), o Terramar colabora, sobretudo, na formação e organização popular; em práticas coletivas locais comprometidas com a afirmação dos territórios tradicionais costeiros e na conservação ambiental dos ecossistemas marinho-costeiros.

Serviço
O que: Dia Nacional da Cultura no Porto – 05 de novembro – “NordesteUrgente – SOSPraiasNordeste”
Quando: 05 de novembro, a partir das 16h
Onde: Auditório e Pátio do Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
Gratuito

 

Assessoria de Comunicação do Porto Iracema das Artes | Publicado em 31/10/2019