MDias Preto apresenta série sobre corpas negras em nova edição do Entre Telas Artes Visuais

“Tem cor, tem corte”, de Matheus Dias.

A partir das colagens “Tem cor, tem corte”, o artista MDias Preto falará sobre a criação de um novo universo lúdico e descontraído para abordar as corpas negras

O trabalho do artista MDias Preto, heterônimo de Matheus Dias, perpassa não só cores e formas, mas diferentes questões sociais. Ele é o convidado do próximo “Entre Telas – Artes Visuais” que abordará, a partir de sua série de colagens “Tem cor, tem corte”, o universo do corpo negro, gordo, LGBTQIA+ e periférico. A live será transmitida pelo Instagram da Escola na próxima segunda-feira (22), a partir das 10h15 da manhã.

Partindo da fotografia como meio de interpretar, revelar e criar vivências, o artista busca integrar outras linguagens ao seu trabalho, como colagem e audiovisual. Durante o bate-papo, que será mediado pela coordenadora do Laboratório de Artes Visuais, Aline Albuquerque, MDias vai apresentar a série de 2018 que “tem como viés principal a criação de um novo universo lúdico e descontraído para reexistir corpas negras. Utilizando de formas cíclicas e cores vibrantes e saturadas”.

No papo, ele ainda vai falar sobre o uso da chamada “arte expandida”, que utiliza cores como meio de criação de um universo paralelo, e vai dividir com o público sua trajetória formativa, que atravessa diferentes instituições em Fortaleza, entre as quais o próprio Porto Iracema, onde ele participou de cursos e oficinas de fotografia e arte contemporânea.

O Entre Telas é uma iniciativa online do Porto Iracema das Artes, que vem promovendo conversas com artistas sobre suas formações e processos criativos em diferentes contextos, principalmente durante este período de quarentena. A ação acontece semanalmente, com mediação das coordenadoras dos Laboratórios e Cursos Básicos da Escola.

Sobre MDias Preto

Matheus Dias, 25, graduando em arquitetura e urbanismo, artista cearense que trabalha com temáticas sobre o corpo negro, gordo, LGBTQ+ e periférico. Começou sua experiência com fotografia aos 13 anos de idade quando seu pai comprou um celular que possuía câmera, logo depois passou a fotografar com outro equipamento e somente aos 21 anos procurou um curso de fotografia na Casa Amarela. Após essa experiência, estudou fotografia e arte contemporânea em diversos cursos/oficinas da Escola Porto Iracema das Artes. Atualmente estuda audiovisual na V Turma de realização em audiovisual da Vila das Artes.

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há seis anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço

O quê: MDias Preto apresenta série sobre corpas negras em nova edição do Entre Telas Artes Visuais
Quando: Segunda (22), a partir das 10h15
Onde assistir: Instagram do Porto Iracema das Artes

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Rafaela Leite
Publicado em 16/06/2020