Longas “Retrato de uma paisagem” e “Pajeú” serão debatidos com diretor na próxima Mostra Fabulações no Real

Frame de “Retrato de uma paisagem” (2012).

Os filmes estão disponíveis online. Live será realizada na próxima terça-feira (24), pelo YouTube e Facebook do Porto Iracema

Refletir sobre a ficção e o real no cinema, a partir de obras documentais e fictícias que retratam ou borram os limiares desses gêneros. Esse é objetivo da Mostra Fabulações no Real, uma realização do Cineclube Âncora, que debate na sua próxima live os filmes “Retrato de uma paisagem” (2012) e o recém lançado “Pajeú” (2020), com a presença do diretor dos longas, o premiado cineasta cearense Pedro Diógenes. Ythallo Rodrigues, que é realizador audiovisual e poeta, também participa do bate-papo na próxima terça-feira (24), a partir das 18h, no Canal do YouTube do Porto Iracema das Artes e no Facebook da Escola.

O longa-metragem “Pajeú” está disponível no site do Festival de Cinema Ambiental “FICA 2020” até este sábado (21) e pode ser acessado através do link disponível AQUI. O filme também será disponibilizado no site da Forumdoc.bh entre as 12h de domingo (22) e 12h da terça-feira (24): acesse AQUI. Já “Retrato de uma paisagem” pode ser assistido na plataforma Vimeo, veja AQUI.

Ambos os filmes têm em comum a temática ambiental e foram filmados em Fortaleza. Como sinaliza o título, a nova obra de ficção de Pedro Diógenes traz elementos míticos e oníricos a partir dos sonhos de Maristela com o Riacho Pajeú, que atravessa toda capital cearense. Já na obra de 2012, o diretor retrata a sociedade urbana e as pessoas que nela vivem.

Frame de “Pajeú” (2020).

Durante a nona edição do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba, que aconteceu no último mês de outubro, “Pajeú” levou o Prêmio de Melhor Longa-Metragem Brasileiro. O longa teve sua estreia mundial no festival FidMarseille, na França, em julho deste ano. Confira o trailer!

Além de Pedro Diógenes, a live contará com a presença do realizador Ythallo Rodrigues, que traz em sua bagagem uma atuação de mais de 15 anos no cinema e trabalhos experimentais entre a ficção e o documentário com a Filmes Alvenaria. A mediação do bate-papo continua com a pesquisadora e realizadora audiovisual, Kamilla Medeiros.

MOSTRA FABULAÇÕES NO REAL

A mostra já realizou cinco debates com grandes nomes do cinema, precedidos da disponibilização de curtas e longas-metragens. Os bate-papos estão disponíveis no Canal do YouTube do Porto e podem ser acessados AQUI. Até dezembro deste ano, outras duas lives ainda devem ocorrer. O Cineclube Âncora foi criado pelos ex-alunos do Porto Iracema das Artes, Kamilla Medeiros e Arthur Leite, como uma forma de estender a experiência da sala de aula nos Cursos Básicos de Audiovisual.

SOBRE OS FILMES

“Pajeú”

Direção: Pedro Diógenes
Ano: 2020
Duração: 74 min
Sinopse: Maristela está sendo atormentada por um sonho constante: uma criatura emergindo das águas do Riacho Pajeú. A estranheza e insistência do pesadelo começam a atrapalhar o sono e o cotidiano de Maristela que, procurando uma solução para seu problema, inicia uma pesquisa sobre o Riacho, sua história e seu desaparecimento. Os pesadelos não param. Sonho e realidade se misturam. Pessoas próximas a Maristela começam a desaparecer, assim como o Pajeú desapareceu. A angústia dela aumenta junto com o medo de também sumir.

“Retrato de uma paisagem”

Direção: Pedro Diógenes
Ano: 2012
Duração: 34 min
Sinopse: Um filme sobre a cidade. Um filme sobre pessoas. Estamos vivendo o começo da era da sociedade urbana. Um novo campo ainda ignorado e desconhecido. E o cenário do futuro ainda não se encontra estabelecido.

Sobre os convidados

Pedro Diógenes

Formou-se na primeira turma da Escola de Audiovisual de Fortaleza em 2008 e integrou o coletivo Alumbramento entre 2010 e 2016. Pedro dirigiu e roteirizou 6 longas-metragens, realizou 10 curtas e trabalhou como técnico de som em mais 60 filmes. Seus longas foram exibidos e premiados em importantes festivais como Rotterdam, Locarno, Festival do Rio, Janela, Festival de Brasília, FidMarseille, Bafici, Tiradentes, entre outros. Hoje faz parte da Marrevolto Filmes.

Ythallo Rodrigues

Realizador audiovisual e poeta. Estudou cinema em Fortaleza, na Escola de Audiovisual, da Vila das Artes, é graduado em Letras, pela URCA, Crato, e atualmente cursa Mestrado em História e Letras, pela Feclesc/UECE, em Quixadá. Trabalha com cinema há 15 anos, produzindo filmes, ministrando cursos livres, realizando curadorias etc. É membro de dois grupos artísticos: Filmes de Alvenaria, em que desenvolve trabalhos audiovisuais experimentais entre a ficção e o documentário; e O Berro Filmes, em que entre diversas atividades, realiza documentários a partir do Cariri cearense.

Kamilla Medeiros 

Pesquisadora de cinema, cineclubista e realizadora. É formada em Comunicação pela Universidade Federal do Ceará e em Audiovisual pelo curso básico do Porto Iracema das Artes. Dedica-se aos estudos sobre documentário brasileiro e cinema de fabulação. Entre 2019 e 2020, pela Vila das Artes, organizou e mediou a mostra “Acasos, memórias & destinos no documentário brasileiro: um encontro entre Eduardo Coutinho e João Moreira Salles”, e as sessões sobre a obra de Eduardo Coutinho com as participações de Beth Formaggini, Consuelo Lins e Carlos Alberto Mattos.

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há sete anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço

O que: Longas “Retrato de uma paisagem” e “Pajeú” serão debatidos com diretor na próxima Mostra Fabulações no Real
Quando: próxima terça-feira (24), às 18h
Onde acessar: Canal do YouTube e Facebook do Porto Iracema

Equipe de Assessoria de Comunicação do Porto Iracema das Artes | Texto: Pedro Victor Lacerda (estagiário) | Supervisão e edição: Raphaelle Batista

Publicado em 20/11/2020