Lene Freitas – Fotografia Digital

Ao tomar como mote o aniversário de 15 anos do Dragão do Mar, o ensaio nasceu da percepção de que o Centro Cultural vai além de um espaço que abriga diversas expressões artísticas. Seus frequentadores possuem forte ligação emocional com o prédio, se apropriando de suas praças, escadas e becos. O Dragão do Mar possui linhas, cores e formas que vão além da tão fotografada Passarela Vermelha e do Planetário. Nessas reentrâncias, nesses espaços de trânsito, as pessoas se encontram, buscando o sossego para ler um livro nas colunas da Praça Verde, ou buscando também a adrenalina de um furtivo namoro nas escadas.

– Lene Freitas