Lar é onde ele está

RESUMO: O projeto “Lar é onde ele está” prevê um processo de imersão na vida dos caminhoneiros e de suas famílias ( residentes na cidade de Caucaia/Ce ), investigando as poéticas do cotidiano dos mesmos. Ao abrir a caixa de cozinha da parte lateral da carroceria do caminhão, um pequeno lar se apresenta. Adaptados às condições nômades, utensílios domésticos unem-se às imagens fotográficas de parentes e essas pequenas casas se integram à paisagem que os recebe. A proposta é coletar dados, depoimentos, objetos e sabores na convivência com as famílias dos caminhoneiros. A partir de registros videográficos, imagens e textos, pretendemos identificar seus pertencimentos, territorialidades e memórias das rotinas e roteiros de uma casa sem chão.

 

marcelocampos - larTutor: Marcelo Campos: professor adjunto do Departamento de Teoria e História da Arte do Instituto de Artes da UERJ. Professor da Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Doutor em Artes Visuais pelo PPGAV da Escola de Belas Artes/ UFRJ. Desenvolveu tese de doutorado sobre o conceito de brasilidade na arte contemporânea. Possui textos publicados sobre arte brasileira em periódicos e catálogos nacionais e internacionais.

Realizadores: Diego de Santos (artista proponente), Natália Viana (auxiliar e videomaker) e Emanuel Oliveira (auxiliar)