Kaciano Gadelha ministra curso sobre dissidências e desejos na arte contemporânea

 

Para debater narrativas visuais e topografias corporais, nos próximos dias 20, 21 e 22 de novembro, das 15h às 18h, o Porto Iracema das Artes recebe o curso “Corpopolítica: dissidências e desejos em arte contemporânea”, com o sociólogo Kaciano Gadelha.

A ação, que acontece na sala A3, pretende abordar questões atuais sobre corpo, gênero, raça e sexualidade em diálogo com movimentos de dissidências de várias partes. A formação vai trazer exemplos de trabalhos de artistas da performance, das artes visuais e do audiovisual para maior percepção de como o corpo se afirma em ação de arte entre dissidências e desejos.

Serão destinadas 20 vagas para a atividade, que é voltada para estudantes, pesquisadores e demais interessados em discussões acerca da arte contemporânea e de questões de gênero. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas aqui até o dia 15 de novembro.

Kaciano propõe pensar sobre a potência de corpos que desconstroem a ideia de heteronormatividade e o quanto o fazem usando seus próprios corpos como dispositivo para disparar problematizações numa forma de, ao mesmo tempo, resistir a uma onda de conservadorismo que se alastra pelo mundo e especialmente pelo Brasil. “Na sua errância, corpos dissidentes se afirmam pelas potências sensíveis presentes em diferentes linguagens da arte contemporânea. Este curso tentará pensar o corpo como suporte e o desejo como experimento para a criação”, ressalta o sociólogo.

 

Sobre o sociólogo

Kaciano Gadelha é doutor em Sociologia pela Universidade Livre de Berlim, com estadias de pesquisa no Institute of Latin American Studies – ILAS, Columbia University (Nova York) e na Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM). Pós-Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Artes da UFC, onde coordena o Laboratório de Arte Contemporânea. Tem experiência na área de Sociologia, Psicologia, Arte Contemporânea, com ênfase em Estudos de Gênero, Teoria Queer, Psicanálise, Estudos de Performance, Sociologia da Cultura e da Juventude. Integrou o coletivo queer (heidy), sendo curador da exposição “What is Queer Today is not Queer Tomorrow”, que ficou em cartaz de 14 de junho a 10 de agosto de 2014 na Neue Gesellschaft für Bildende Kunst, em Berlim, Alemanha. Participou do festival internacional Transmediale – Festival for Art and Digital Culture na Haus der Kulturen der Welt, em 2014, em Berlim. Realizou estadias de pesquisa no Programa de Posgrado en Estudios de Género na Universidade Nacional Autônoma do México (PUEG-Unam), em 2011, além de ter sido doutorando visitante no Institute of Latin American Studies na Columbia University, Nova Iorque, em 2012, e docente convidado no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social – Museu Nacional UFRJ no primeiro semestre de 2017.

 

SERVIÇO
o quê: Curso “Corpopolítica: dissidências e desejos em arte contemporânea”
Quando: De 20 a 22 de novembro – das 15h às 18h
Onde: Sala A3 do Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160 – Praia de Iracema)
Inscrições AQUI.
GRATUITO