Jornada de Violão e Viola

RESUMO: “Jornada de Violão e Viola” é uma pesquisa de sonoridades entre o violão de seis cordas e a viola caipira de dez cordas. O violão e a viola são instrumentos que transitam confortavelmente entre o erudito e o popular, o sertão e a cidade, a rua e a sala de concerto. O violão com seis cordas simples, que há muito tem embalado as serenatas; e a viola, com dez cordas de aço emparelhadas, é presença fundamental em procissões religiosas, cantorias, desafios de repentistas e emboladores. Viola e violão se encontram e conversam em um rico cenário musical. Historicamente, o violão é identificado com o aspecto urbano, enquanto a viola, restrita ao universo interiorano, portanto, caipira. Esse espetáculo busca dissolver essas fronteiras postas e ressaltar a complementaridade sonora entre o violão e a viola caipira.

Guilherme CruzTutor: Guilherme Cruz – (MS) Produtor musical e técnico de áudio formado pelo Musicians Institute, Hollywood, (California). Atualmente Guilherme mora em São Paulo onde trabalha no seu estúdio, o Aerolito, além de acompanhar como músico, o cantor e instrumentista sul-mato-grossense Almir Sater em seus shows por todo o Brasil.

Realizadores: Marco Leonel Fukuda (artista proponente) viola, Alex Vasconcelos (diretor musical) no violão, Lohayne Lima (diretor artística).

 

Assista entrevistas com a dupla do projeto Jornada de Violão & Viola nas Rotas de Criação do Lab. de Música e na Maloca Dragão (evento que comemorou os 15 anos do CDMAC em abril).