Porto Iracema das Artes e UFC oferecem oficina com Philippe Dubois.

Porto Iracema das Artes e UFC oferecem cursos com Philippe Dubois.

 

O que é a estética do cinema? O que é uma forma e, principalmente, uma “forma fílmica”? A escola Porto Iracema das Artes, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Ceará – UFC, oferece cursos ministrados pelo professor Philippe Dubois, do departamento de cinema e audiovisual da Universidade Sorbonne Nouvelle – Paris 3.

História e Teoria da Montagem Cinematográfica, terá abordagem teórica e analítica. O professor discutirá a teoria do cinema, que por mais de um século têm estudado estes movimentos de câmera, como realizará o estudo de inúmeros estratos de filmes de todos os tipos, de todos os países e de todas as épocas – cinema primitivo, silencioso, clássico, moderno, contemporâneo, experimental, etc.

História e Teoria da Montagem Cinematográfica – Estética das Formas Fílmicas 2

Para esta segunda sessão, serão estudadas as formas fílmicas particulares que constituem diferentes espécies e estratégias de montagem no cinema: montagem de significantes, de significados, montagem formal, plástica, rítmica, cromática, montagem narrativa, montagem ideológica, montagem linear, montagem alternada, montagem paralela, metafórica, montagem metonímica, etc.

Estas formas de montagem não serão consideradas de um ponto de vista técnico, mas estético, isto é, do ponto de vista do efeito que produzem sobre o espectador. “Mais especificamente, vamos tentar trabalhar algumas figuras e conceituações particulares de montagem, tais como: falso raccord, a “pontuação”, “o raccord sonoro”, a montagem de atracções, o efeito Kuleshov, a elipse, a “sutura” (no campo/contracampo e a teoria da “quarta parede”), etc.

Sobre Philippe Dubois

Philippe Dubois é considerado um dos principais pesquisadores da atualidade no campo da estética de imagem e da figura. Com contribuições decisivas na área da fotografia, cinema, vídeo e domínio digital. Professor do Departamento de Cinema e Audiovisual da Universidade Sorbonne Nouvelle – Paris 3, ocupa a cadeira de “Teorias de formas visuais.” Depois de mais de 6 anos como vice-presidente desta Universidade (responsável pela política internacional), ele é, desde Setembro de 2012, um membro sênior do Institut Universitaire de France (IUF). É professor-visitante do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFC.

Publicou uma quinzena de livros e mais de uma centena de artigos sobre fotografia, cinema e vídeo, incluindo O ato fotográfico, seu primeiro livro em 1983 (traduzido em muitas línguas, incluindo o português – editora Papirus) e a La Question vidéo. Entre cinéma et art contemporain (edições Yellow Now, 2012 – cuja versão brasileira apareceu sob o título Cinéma, Vidéo, Godard). Em 2013, publicou um livro no México que reúne seus escritos sobre a relação entre cinema e fotografia intitulada Fotografía e Cine (Edições Televisa). Seu último livro publicado pelas edições Yellow Now, é um estudo monográfico do filme de Albert Lewin, O Retrato de Dorian Gray (2015). Ele também irá publicar este ano (2017) um trabalho coletivo sobre o cineasta e fotógrafo italiano Paolo Gioli.

SERVIÇO:
Oficina II: História e Teoria da Montagem Cinematográfica – (INSCRIÇÃO AQUI)

Quando: de 28 a 31 de março, das 14h às 18h

vagas: 40

Onde: Auditório do Porto Iracema das Artes

Entrada Gratuita

Categorias: Sem categoria

Comentário Encerrados.