FILHO(A) – BAGACEIRA 15 ANOS

Resumo: Projeto de pesquisa dramatúrgica e cênica sobre o novo processo de montagem do Grupo Bagaceira de Teatro, “Filh(o)”. O processo da peça “Filh(o)” é também a comemoração de 15 anos e encontra o grupo num momento de maturidade dos integrantes e de uma sintonia que ultrapassa o lado profissional. Três questões têm sido frequentes aos artistas do grupo no momento: identidade, transformação e convívio. O mote da história foi pensado de modo a contemplar essas questões, universalizando-as e fugindo do metateatro e da dramaturgia pessoal (como foi o caso de InCerto, peça de comemoração dos 10 anos do grupo).

TutoraJuliana Galdino Atriz, diretora e professora de Artes Cênicas. Trabalhou de 1999 a 2006 com o diretor Antunes Filho, em São Paulo, atuando em uma série de espetáculos como Fragmentos Troianos, Foi Carmen Miranda, O Canto de Gregório, PrÉt-À-POrtêr 3, 4, 5, 6 e 7, e protagonizando os espetáculos ANTÍGONA e MEDÉIA 1 e 2, tendo ganho o Prêmio SHELL 2002 de Melhor Atriz por este último. Foi professora de Interpretação no CPT – Sesc Anchieta de 2001 a 2005, e na USP (ECA) em 2006. Criou a companhia CLUB NOIR, ao lado do diretor Roberto Alvim, em 2006, com a qual estreou diversos espetáculos até o momento, entre eles: O QUARTO, de Harold Pinter (vencedor do Prêmio BRAVO! Prime de Melhor Espetáculo de 2009); COMUNICAÇÃO A UMA ACADEMIA, de Franz Kafka (pelo qual foi indicada ao Prêmio SHELL 2009 de Melhor Atriz); A TERRÍVEL VOZ DE SATÃ, de Gregory Motton; TRÍPTICO de Richard Maxwell (indicado ao Prêmio BRAVO! de 2010 de Melhor Espetáculo do ano, indicado ao Prêmio SHELL na Categoria Especial, eleito a melhor estreia de 2010 em São Paulo pelo jornal Folha de São Paulo); PINOKIO de Roberto Alvim; e por fim está em cartaz desde 2012 com os projetos PEEP CLASSIC ÉSQUILO (com a obra completa de Ésquilo) e MOSTRA BRASILEIRA DE DRAMATURGIA CONTEMPORÂNEA, que compreende a encenação de 08 textos de autores brasileiros, sendo 3 peças com sua direção, função que já tinha exercido em 2010 com H.A.M.L.E.T., texto de Roberto Alvim (indicado ao Prêmio SHELL de Melhor Iluminação).

Realizadores: Rogério Mesquita Rodrigues, Tatiana Paula de Amorim, Ricardo Tabosa de Sousa, Rafael Martins e Yuri Yamamoto, integrantes do Grupo Bagaceira de Teatro.