Ex-Lab Música 2019, Luiza Nobel lança primeiro single de sua carreira

Foto: Camila Almeida

Produzida pela cantora Mahmundi, tutora no Laboratório, “Estamos bem” será lançada em todas as plataformas digitais nesta quarta-feira, 30 de setembro

Tempos difíceis e afeto entre mulheres são algumas das questões abordadas em “Estamos bem”, primeiro single da cantora e compositora cearense, Luiza Nobel. Desenvolvida durante seu processo no Laboratório de Música do Porto Iracema, sob tutoria da cantora e compositora carioca Mahmundi, a canção estará disponível em todas as plataformas de streaming a partir desta quarta-feira (30).

Apesar de não ter sido composta no contexto da pandemia, a canção torna-se atual ao falar da necessidade mais urgente e comunitária: ficarmos bem. Construída a partir de reflexões sobre aceitação do corpo, relações amorosas e suas vivências de Luiza enquanto mulher negra, a obra traz experiências de mulheres que se apoiam.

Com inspiração na estética nos anos 2000, Luiza constrói o universo visual da produção com as artistas Marissa Noana e Dhiovana Barroso, do coletivo Terroristas del Amor. Primeiro single pro projeto #PretaPunk, a música é também uma mensagem de resistência, mostrando que estamos bem apesar de tanto, apesar de tudo.

No Lab Música 2019, ao lado dos músicos colaboradores Zeis (guitarra e programação), Glauber Alves (baixo e programações) e Daniel Rebouças (bateria), Luiza desenvolveu um processo de pesquisa musical recheado de atravessamentos e negritudes. A canção autoral conta com produção de Mahmundi, tutora trazida pela Escola para acompanhá-la.

Como forma de divulgação, a artista tem soltado vídeos no seu Instagram todas as terças de setembro às 20h. Nos posts, ela revela mais sobre a faixa através de animações de áudios trocados com amigos ainda neste período de pandemia.

Sobre Luiza Nobel 

Foto: Camila Almeida

Cantora, compositora, atriz, e leonina entregue ao olhar de quem a escuta, Luiza Nobel traz, sobretudo, uma voz de liberdade e força, atravessada por sua vivência de mulher negra da periferia. Luiza foi uma das contempladas a integrar a edição 2019 do Laboratório de Música da Escola Porto Iracema das Artes e vencedora do Festival de Música da Juventude de Fortaleza no mesmo ano. Em 2015, foi idealizadora dos projetos “Pérolas Negras” com Adna Oliveira, concerto com repertório que exalta a negritude através de canções consagradas na MPB. Em 2016, integrou o show ‘Negra Voz’, com uma proposta similar, juntamente com outras três cantoras negras cearenses. Com seu show solo “Baile Preto” levou diversão , ancestralidades e denúncia ao Carnaval em Fortaleza em 2020, ainda esse ano fez uma breve passagem por São Paulo onde fez show autoral, acompanhada do músico Zéis, no espaço Aparelha Luzia, intitulado como quilombo urbano por ser lugar que recebe arte preta no estado. No final do ano passado, a cantora integrou o festival Elos fazendo a abertura de Elza Soares, além de ter sido uma das atrações do Palco Fortaleza, no Réveillon 2020 na Capital.

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há sete anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço

O que: “Ex-Lab Música 2019, Luiza Nobel lança primeiro single de sua carreira” 

Quando: 30 de setembro (quarta-feira)

Onde: Todas as plataformas digitais

Equipe de Assessoria de Comunicação do Porto Iracema das Artes | Texto: Rafaela Leite (estagiária) | Supervisão e edição: Raphaelle Batista

Publicado em 28/09/2020