Espetáculo que contesta padrões de gênero faz apresentação única neste domingo no Porto


A apresentação do espetáculo “Helena Vadia – Uma performopalestra” tem início às 19h

Em passagem por Fortaleza, o grupo paulista Coletivo Interdisciplinar Passarinha de Arte e Educação Itinerante faz apresentação única e gratuita do espetáculo “Helena Vadia – Uma performopalestra”, que aborda discussões de gênero e sexualidade a partir de uma narrativa que data da pré-história. A obra é protagonizada pela atriz Pamella Villanova. A demonstração, com classificação indicativa de 18 anos, acontece neste domingo (10), a partir das 19h, na Sala de Teatro Sidney Souto, no Porto Iracema das Artes.

A apresentação artística trata-se da pesquisa científica “Exploração cênica do mito grego de Helena e as performatividades de gênero”. Em cena, são experimentados no corpo da performance marcadores de feminilidade e masculinidade questionando a compreensão dicotômica do “ser mulher” ou “ser homem” e suas consequentes violências de gênero.

SOBRE A ARTISTA
Pamella Villanova é atriz, professora, diretora de teatro e contadora de histórias. Mestra em Artes da Cena pela Unicamp. É integrante do Coletivo Indisciplinar Passarinha. Junto ao coletivo, realizou projetos nos estados de São Paulo, Paraná e Ceará. Atualmente produz o ‘Ponto de Cultura Terraço Garatuja’, em Campinas/SP.

FICHA TÉCNICA
Elenco e direção: Pâmella Villanova
Texto: Pâmella Villanova, Bettany Hughes, Sophie Chaveau, Judith Butler, B. Preciado, Jean-Paul Sartre, Valentine de Saint-Point, Homero, Octavio Paz, AnäisNin
Orientação: Verônica Fabrini
Produção: Pâmella Villanova e Luiz Eduardo Ferraz

SERVIÇO
O quê: Apresentação de “Helena Vadia – Uma performopalestra” em Fortaleza
Onde: Sala de Teatro Sidney Souto, no Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
Quando: 10 de março, às 19h
Classificação indicativa: 18 anos
Gratuito