Em parceria com Porto Iracema das Artes, Coletivo Soul realiza II Encontro Transatlântico de Dramaturgia

Atividades acontecerão nos dias 16, 17 e 22 de janeiro e contarão com as presenças dos dramaturgos Alexandre Dal Farra e Patrícia Portela, além dos integrantes do Coletivo Soul.

Nos próximos dias 16, 17 e 22 de janeiro, o Porto Iracema das Artes recebe uma série de atividades realizadas em parceria com o Coletivo Soul. A primeira delas é o II Encontro Transatlântico de Dramaturgia, na terça-feira (16), com participação dos dramaturgos Alexandre Dal Farra e Patrícia Portela, e mediação do diretor do Coletivo, Thiago Arrais. A atividade acontecerá às 19h, no Auditório do Porto. Na quarta-feira (17), Patrícia Portela fará lançamento de seu livro “A Coleção Privada de Acácio Nobre”, também às 19h, no Pátio da Escola. E na segunda-feira (22), Dal Farra realiza uma oficina sobre dramaturgia aformativa. Todas as atividades são gratuitas.

No II Encontro Transatlântico de Dramaturgia será apresentado o processo de criação escrita a quatro mãos, entre texto e cena, do espetáculo Drácula ou o Desmortal, resultado do Projeto Undead, desenvolvido ao longo do projeto Criadores em Cena, do Porto, em 2015. O evento contará com a participação do paulista Alexandre Dal Farra e da portuguesa Patrícia Portela, responsáveis pela dramaturgia, e terá mediação do diretor do Coletivo Soul, o cearense Thiago Arrais. Durante o encontro, integrantes do Coletivo farão a leitura de fragmentos do texto do espetáculo. A atividade será no Auditório do Porto, a partir das 19h do dia 16, e é gratuita.

LANÇAMENTO DO LIVRO: “A COLEÇÃO PRIVADA DE ACÁCIO NOBRE”

Com apresentação e mediação do autor cearense Carlos Emílio Corrêa Lima, a portuguesa Patrícia Portela lança o romance A Coleção Privada de Acácio Nobre, no dia 17. O livro trata sobre o suposto gênio inventor português que conviveu com Fernando Pessoa e Mario de Sá-Carneiro, mas teve seu nome apagado da história pela ditadura salazarista. Na obra, a autora das novelas “Para Cima e Não para Norte” (2008) e “Banquete” (2012) joga com os limites entre realidade e ficção ao narrar como encontrou um baú com textos e projetos de Acácio Nobre. O evento, aberto ao público e gratuito, acontecerá às 19h, no  Pátio do Porto.

Patrícia Portela é autora de performances e obras literárias, e vive entre Portugal e Bélgica. Estudou cenografia, cinema, dança e filosofia. Entre 1994 e 2002 trabalhou, como figurinista e cenógrafa para teatro independente e cinema em Portugal. É reconhecida nacional e internacionalmente pela peculiaridade da sua obra. Recebeu vários prêmios, dos quais se destaca o Prêmio Madalena Azeredo de Perdigão (2004). Em 2015 foi uma das 5 finalistas do Premio Media Art Sonae. Portela é membro fundadora da Associação Cultural Prado desde 2003 e editora das edições coletivas Prado desde 2008.

OFICINA DE DRAMATURGIA AFORMATIVA, COM ALEXANDRE DAL FARRA

A oficina “Dramaturgia Aformativa/Teatro Aformativo: O teatro como espaço de radicalidade negativa” procura abordar um olhar para o teatro enquanto espaço destrutivo, como contraposição à arte enquanto “espaço de apaziguamento”. A partir da experiência de Alexandre Dal Farra como autor e diretor de peças, a oficina se propõe a abordar a dramaturgia de um ponto de vista destrutivo. A ideia de um teatro aformativo é a tentativa de criar uma alternativa à ideia do performativo.

A formação é voltada a artistas integrantes de grupos e coletivos de teatro (cada grupo/coletivo poderá inscrever até dois participantes) e acontecerá no dia 22 de janeiro, das 18h às 22h, na Sala de Teatro do Porto. As inscrições podem ser feitas no site da escola AQUI, a partir desta segunda-feira, 15, até 18 de janeiro, e o resultado será divulgado no dia 19. São apenas 16 vagas.

Alexandre Dal Farra é um escritor, diretor e dramaturgo paulista. Seus textos foram apresentados em diversas cidades em todas as regiões do país e também em países como Alemanha, Portugal e França. Entre os textos de destaque, estão “Mateus, 10” (2012), vencedor prêmio Shell; “Trilogia Abnegação” (2014 – 2016) e “Branco: o cheiro do lírio e do formol” (estreado na MITsp 2017).

SOBRE O COLETIVO SOUL

           O Coletivo Soul foi fundado em 2009, em Fortaleza, tendo como atual diretor o cearense e também fundador do grupo, Thiago Arrais. Em 2016 o grupo foi contemplado pelo prêmio Rumos Itaú Cultural, com o Projeto UnDead: Desmortais do Inominável, que consiste na encenação a partir de material dramatúrgico deixado por Abraham Stoker, designado como “Drácula, or The Un-Dead: a Play in a Prologue and Five Acts”. Em 2017, o grupo passou por uma vivência em alguns países da Europa, finalizando os últimos dois meses de ocupação em Coimbra, Portugal. Lá, o Coletivo desenvolveu uma série de atividades formativas ligadas diretamente ao contexto da pesquisa e da criação da peça, e pré-estreou em novembro de 2017 o espetáculo Drácula ou o Desmortal, no Teatro Acadêmico de Gil Vicente, seu co produtor europeu.

O Projeto Undead começou no Porto Iracema a partir da participação do Coletivo Soul na primeira turma do projeto Criadores em Cena, em 2015, com colaboração do diretor de teatro e também integrante do Coletivo, Thiago Arrais. Em novembro de 2017, o Projeto estreou o espetáculo “Drácula ou o Desmortal” (Dracula or the Undead), resultado da pesquisa, no Teatro Académico Gil Vicente, em co-produção com a Universidade de Coimbra, de Portugal. A estreia brasileira acontecerá em Fortaleza, no dia 24 de janeiro, no Theatro José de Alencar.

Thiago Arrais é fundador e diretor do Coletivo Soul. Arrais é graduado em Direção Teatral pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e mestre em Teatro pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente é doutorando em Estudos Artísticos pela Universidade de Coimbra.

SERVIÇO

O que: II Encontro Transatlântico de Dramaturgia, com Alexandre Dal Farra e Patrícia Portela, e mediação de Thiago Arrais

Quando: Terça-feira, 16 de janeiro, às 19h

Onde: Auditório do Porto Iracema das Artes (R. Dragão do Mar, 160 – Praia de Iracema)

GRATUITO

O que: Lançamento do livro “A Coleção Privada de Acácio Nobre”, de Patrícia Portela

Quando: Quarta-feira, 17 de janeiro, às 19h

Onde: Pátio do Porto Iracema

GRATUITO

O que: Oficina “Dramaturgia Aformativa/Teatro Aformativo: O teatro como espaço de radicalidade negativa”, com Alexandre Dal Farra

Quando: Segunda-feira, 22 de janeiro, das 18h às 22h

Onde: Sala de Teatro Sidney Souto (Porto Iracema)

Inscrições: 15 a 18 de janeiro AQUI 

Resultado: 19 de janeiro

16 vagas

Assessoria de Comunicação do Porto Iracema das Artes | Myke Guilherme

Publicado em: 12/01/2018