Desterro – campos de concentração no Ceará

RESUMO: Trata-se de uma investigação artística, a partir de uma residência móvel sobre os movimentos migratórios dos Nordestinos, em especial sobre os campos de concentração no Ceará – ou Currais do Governo, que existiram durante as Secas de 1915 e 1932. Os campos foram criados como medida do governo para abrigar retirantes da seca e conter a migração para grandes cidades. Será realizada uma pesquisa artística, no percursos dos trajetos de viagem de Fortaleza até Juazeiro do Norte, com paradas nas cidades onde existiram os campos de concentração. A pesquisa pode suscitar a discussão e publicização da experiência dos referidos campos, a partir do cruzamento de dados históricos com informações geradas no percurso artístico do trajeto.

Andreseveroemariahelenabernardes-camposTutores: André Severo e Maria Helena Bernardes de Porto Alegre, RS, Iniciaram em 2000, as atividades de AREAL, projeto que se define como uma ação de arte contemporânea deslocada que aposta em situações transitórias capazes de desvincular a ocorrência do pensamento contemporâneo dos grandes centros urbanos e de suas instituições culturais.

Realizadores: Ícaro Lira (coordenação), Tiago Fontoura e Eduardo Mota Cardoso Escarpinelli