Coletivo Mães pela Diversidade promove roda de conversa sobre filme “Longe da árvore”

Sessão seguida de debate acontecerá no dia 11 de outubro, às 19h

O Coletivo Mães pela Diversidade, associação sem fins lucrativos de mães que são unidas para defesa e luta pela conquista de direitos de seus filhos LGBTQI+, promove a exibição do documentário “Longe da Árvore”, de Rachel Dretzin (EUA, 2017, 93min), seguido de uma roda de conversa sobre o tema do filme, que aborda conflitos entre expectativas de pais e filhos. A atividade acontecerá no Auditório do Porto Iracema das Artes no dia 11 de outubro, às 19h.

O longa é baseado no livro “Longe da árvore: pais, filhos e a busca da identidade”, de Andrew Solomon, publicado em 24 idiomas e com mais de 50 premiações nacionais e internacionais. Nele, o autor se propõe a uma densa e longa pesquisa em que discute os desafios e perspectivas de ter filhos considerados “diferentes”, “difíceis” ou “complicados”. Com a obra, Solomon incita a reflexão sobre a própria condição humana de forma revolucionária.

A atividade é gratuita e aberta a todas e todos os interessados. Mediarão a conversa mães integrantes do coletivo.

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há seis anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço
O quê: Sessão e roda de conversa sobre o filme “Longe da árvore”, com Coletivo Mães pela Diversidade
Quando: Sexta-feira, 11 de outubro, às 19h30
Onde: Auditório do Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, nº 160 – Praia de Iracema)
GRATUITO

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Lucas Casemiro
Publicado em 25/09/2019