Cena Cineclube realiza sessões de junho sobre a figura da mãe no drama

Cena de Sonata de Outono, filme de Ingmar Bergman

Exibições são uma proposição da coordenadora dos Laboratórios de Criação do Porto, Natasha Faria, e dialogam com a temática do ano na escola, as “Poéticas do feminino”

Boas ou más, ausentes ou onipresentes, legítimas ou madrastas, mitológicas ou banais, vivas ou até mortas. As mães nunca deixam de assombrar, no melhor e no pior sentido da palavra. A partir dessa questão, o Cena Cineclube realiza um ciclo de sessões, durante o mês de junho, voltado para a figura da mãe no drama. A proposta é da atriz, pesquisadora e coordenadora dos Laboratórios de Criação do Porto Iracema das Artes, Natasha Faria. E é também uma forma de dialogar com o tema do ano na escola, as “Poéticas do Feminino”.

A primeira sessão acontecerá no dia 13 de junho com a exibição do longa “Medéia”, do cineasta italiano Pier Paolo Pasolini. E a segunda, e última, no dia 28, com o filme “Sonata de Outono”, do cineasta sueco Ingmar Bergman. Todas as sessões são gratuitas e abertas ao público, com início às 19h. Cada exibição contará com a participação de Natasha no debate.

Composto por duas sessões, este breve ciclo não pretende esgotar o imenso tema da maternidade nem as inúmeras personagens de mães, sejam principais ou secundárias, que tanto povoam as telas do cinema. Mas, de maneira poética, se pretende “fazer justiça” e homenagear essas personagens míticas, semideusas, sem as quais não há heróis nem heroínas dignos desse nome.

SINOPSES

MEDÉIA (Dir. Pier Paolo Pasolini, 111 min, Itália, 1969)

Em seu único papel no cinema, a diva Maria Callas vive a feiticeira Medéia, que mata o próprio irmão para fugir com seu amado, Jasão, que roubara o velocino de ouro. Anos mais tarde, Jasão a abandona para se casar com a jovem e bela filha do rei Creonte. Indignada, Medéia planeja uma terrível vingança contra Jasão. Com belíssima fotografia de Ennio Guarnieri, Medéia é uma brilhante versão da tragédia grega de Eurípedes. Sem dúvida, um dos melhores trabalhos do polêmico Pier Paolo Pasolini, o diretor de O evangelho segundo São Mateus (1964), Teorema (1968), entre outros filmes memoráveis.

SONATA DE OUTONO (Dir. Ingmar Bergman, 93 min, Suécia, 1978)

Eva escreve uma carta à sua mãe, Charlotte, uma pianista profissional que não vê há sete anos. A mãe chega à sua província e, após os primeiros momentos de afetividade, o encontro das duas mulheres muda de tom. Eva e Charlotte começam a discutir sobre a presença de Helene, a irmã mais nova e doente de Eva, que Charlotte não esperava encontrar na casa da filha. Depois, ao piano, mãe e filha voltam a confrontar-se sobre um prelúdio de Chopin, onde a mãe impõe a sua superioridade e virtuosismo. Eva lança-lhe várias acusações e Charlotte toma, inesperadamente, consciência da sua incapacidade afetiva em relação às filhas.

SOBRE A PROGRAMADORA

Natasha Faria é atriz, cantora e pesquisadora das artes do espetáculo. É licenciada em Dramaturgia pela Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa e mestre em Estudos Teatrais pela Universidade Sorbonne Nouvelle, em Paris. Atualmente coordena os Laboratórios de Criação do Porto Iracema. Foi coordenadora de Linguagens (Teatro e Circo) da Secretaria de Cultura de Fortaleza e assessora da direção da Vila das Artes. Sua trajetória artística atravessa a música, o teatro e o cinema, em produções independentes e projetos artísticos que já viajaram pelo Brasil.

SOBRE O CINECLUBE

O Cena Cineclube é um espaço de exibição pública e gratuita de filmes que acontece às quartas-feiras no prédio histórico do Centro de Narrativas Audiovisuais, o CENA 15, e organizado pelo Laboratório de Cinema do Porto. Ele tem como proposta estimular a formação de público e repertório através do encontro da cena de realizadores do cinema cearense e brasileiro, convidados a programar as sessões, com o público da cidade interessado em debater os diversos cinemas pulsantes no mundo.

SERVIÇO
“Cena Cineclube realiza sessões de junho sobre a figura da mãe no drama”
Quando: Dia 13, exibição do filme “Medéia”, e dia 28, exibição de “Sonata de Outono”, sempre às 19h
Onde: CENA 15 (R. José Avelino, 495 – Praia de Iracema)
GRATUITO

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Myke Guilherme
Publicado em: 06/06/2018