Cantor Lua, do Laboratório de Música 2019, lança primeiro álbum solo

Foto: Natália Albuquerque

“Atlântico” foi desenvolvido no Laboratório de Música do Porto Iracema com a tutoria do produtor carioca Omulu

Após meses de desenvolvimento de um projeto que une ancestralidade, espiritualidade, a cidade de Fortaleza e seu litoral, o produtor, compositor e músico Lua lança o seu mais novo álbum, “Atlântico”, pelo selo Berlim Tropical Records. Produzido, composto e interpretado pelo artista, o disco ganhou corpo na 7ª edição do Laboratório de Música do Porto Iracema das Artes, em 2019, com tutoria do produtor musical carioca Omulu. A primeira parte do trabalho já está disponível no Youtube e no Soundcloud, e conta com um videoclipe.

Atlântico é um projeto de música pop eletrônica que tem como principal característica unir esta estética com a musicalidade latina e regional, misturando influências do synthpop, new wave, electronic house e dance music com ritmos como o carimbó, o reggaeton e o forró para formar o estilo musical arrasta wave, que compõe todos os estilos nos quais o artista se inspirou.

O trabalho foi iniciado em 2018 com algumas composições que, depois, deram vida ao projeto. Nelas, Lua busca transmitir, por meio das letras escritas em três idiomas (português, espanhol e inglês), suas experiências com a espiritualidade, sua conexão com a natureza e sua relação com a sua ancestralidade, que, em sua visão, se conecta direta e indiretamente com o Oceano Atlântico – daí o nome do álbum. As canções mesclam experiências amorosas do artista com suas visões sobre o lugar onde nasceu, a cidade de Fortaleza.

Maré Alta, Maré Baixa

O disco será lançado em duas partes. A primeira, Maré Alta, conta com cinco faixas que transmitem “o efervescer das emoções e o despertar da energia criativa”, que é representada pelos elementos naturais terra e fogo, transmitindo um som mais agitado, alegre e “quente”. No fim do dia, também será divulgado um videoclipe da faixa de abertura do álbum, “Sol em Peixes”.

A segunda parte, Maré Baixa, apresenta a ideia oposta-complementar à anterior, transmitindo o acalmar e a introspecção dos sentimentos, representada pelos elementos água e ar. Aqui, predomina uma estética sonora mais calma, reflexiva e fria, sempre conversando com elementos oitentistas representados por sintetizadores e programações musicais. O lançamento da segunda parte do álbum está previsto para depois do período de carnaval.

Tutoria

Durante o Laboratório de Música do Porto Iracema, Lua recebeu tutoria do produtor musical carioca Omulu, um dos artistas responsáveis pela renovação eletrônica da música brasileira e que tem no currículo parcerias com grandes artistas, como Pabllo Vittar, Arto Lindsay, Wesley Safadão, Elza Soares e a banda Baiana System.

Lua explica que as orientações de Omulu o despertaram para “um outro lugar”, ao mesmo tempo em que consolidou o conceito que tinha pré-formulado para o projeto antes de ingressar no Laboratório. “Eu não deixei o que estava pensando, mas acatei o que ele me aconselhou. Ele me dizia que via muito potencial no projeto, mas que eu tinha que pensar, além do conceito, numa forma mais mercadológica para o álbum. Ao mesmo tempo em que estivesse ligado nas tendências, eu deveria permanecer naquilo que era meu”, relata, adicionando que os ensinamentos fizeram com que ele “amadurecesse profissionalmente, como artista”.

Tutoria de Omulu com o cantor Lua, Projeto Atlântico – Laboratório de Música 2019. Julho de 2019. Foto: Alan Sousa

Para o cantor, a formação que recebeu durante os sete meses de imersão no Laboratório de Música da Escola foi fundamental para elevar a qualidade do projeto. “O Porto potencializou muito as músicas no quesito conceitual, claro, porque foram sete meses, mas principalmente no quesito técnico. Sinto que as músicas estão mais maduras pelas várias orientações que recebi, tanto do técnico de som, quanto da tutoria com o Omulu, bem como das oficinas. Era essa educação, aprender todas essas coisas, que eu estava precisando para o álbum ir para frente”, comemora.

Ficha Técnica de Atlântico
Compositores: LUA e Madame.
Produção Musical: LUA
Tutoria: Omulu
Acompanhamento técnico: Tiago Campos
Baixo: Diego fidelis
Assessoria de menting: Rodrigo Eugênio e Matheus Costa
Design de capa: Rodrigo Eugênio e Matheus Costa
Fotografia: Natália Albuquerque
Produção e styling: Guilherme Queiroz
Maquiagem: Daniela Costa
Iluminação: Rafael Brasileiro

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há seis anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço
O quê: Lançamento do álbum Atlântico, de Lua
Quando: Sexta-feira, 07 de fevereiro de 2020
Onde: Youtube e Soundcloud

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Lucas Casemiro
Publicado em 07/02/2020